Ciência e Tecnologia
publicado em 10/04/2011 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

cancerresearchuk

Novas leis entraram em vigor na Inglaterra e no País de Gales para impedir que menores de 18 anos usem camas de bronzeamento artificial e punir as empresas que não cumprirem os regulamentos.

Um estudo realizado pelo Cancer Research UK mostra que 6% dos adolescentes entre 11 e 17 anos na Inglaterra utilizam o bronzeamento artificial para atingir um bronzeado que dure o ano todo.

De acordo com a instituição de caridade SunSmart, duas pessoas com menos de 35 anos de idade são diagnosticadas com câncer de pele não melanoma por dia - e uma parcela desses casos está ligada à utilização do bronzeamento artificial.

De acordo com as novas regras, menores de 18 anos são proibidos de usar salões de bronzeamento e camas de bronzeamento em salões de beleza, centros de lazer, academias, hoteis e outras instalações.

As empresas que não cumprirem com os regulamentos e permitirem que menores de 18 anos usem cama s de bronzeamento artificial vão enfrentar multas de até R$ 20 mil e as autoridades locais serão responsáveis por fiscalizar as empresas e fazer cumprir a lei.

"Casos de câncer de pele continuam a aumentar a cada ano. Esta nova lei irá de alguma forma ajudar a reduzir um dos cânceres mais comuns entre 15-24 anos de idade" , disse a ministra da saúde, Anne Milton. "Minha mensagem para os jovens usuários do bronzeamento artificial é clara: você está colocando sua saúde em risco. Intensas rajadas de radiação UV podem causar danos a sua pele, mesmo após apenas uma aplicação."

"Os danos da luz solar natural ou artificial sobre a pele podem levar anos para se desenvolver e os jovens são particularmente vulneráveis, e é por isso parabenizo esta nova lei que protege os menores de 18 anos", afirmou a professora Dame Sally Davies.

"Além de proteger os menores de 18 anos de utilização de bronzeamento artificial, esperamos que a legislação mande uma mensagem clara a todos de que o uso aumenta o risco de câncer de pele" , disse Sarah Woolnough, diretora da SunSmart.

A Organização Mundial de Saúde classificou a utilização de cama s de bronzeamento artificial em sua categoria de risco mais elevado para o câncer, ao lado do tabagismo.

"As taxas de câncer de pele continuam a aumentar, especialmente entre os menores de 35 anos, por isso incentivamos as pessoas a tomar cuidado com o sol e evitar o uso de bronzeamento artificial."

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Bronzeamento artificial    Câncer de pele    Cancer Research UK    SunSmart   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
bronzeamento artificial    câncer de pele    Cancer Research UK    SunSmart   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.