Geral
publicado em 24/03/2011 às 17h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Apesar dos altos custos que a prescrição de remédios impõe aos idosos, somente esse fator não explica a não aderência ao tratamento indicado, já que muitos pacientes usam a medicação independentemente dos custos e outros abrem mão mesmo quando podem pagar. A fim de investigar quais podem ser as causas para essa subutilização de medicamentos, pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais e da Fiocruz Minas consultaram 1.134 idosos, maiores de 60 anos, moradores de Belo Horizonte.

" Pacientes que reduzem o custo de medicamentos tomando-os esporadicamente, usando doses menores do que as prescritas ou adiando a reposição podem não alcançar os benefícios completos proporcionados pelo tratamento" , afirmam os pesquisadores, em artigo publicado na revista Cadernos de Saúde Pública da Fiocruz. " Aliás, esse sistema de não aderência tem sido associado a consequências sérias, incluindo redução de informações sobre seu estado de saúde, aumento de admissões em hospitais e mortes" .

Os resultados apontaram que a aderência aos remédios foi maior para indivíduos com maior coesão ao bairro de moradia e com cobertura pela medicina suplementar. Por outro lado, a prevalência de não aderência foi maior para idosos com pior auto percepção de saúde, com múltiplas condições crônicas e para aqueles que raramente ou nunca obtêm do profissional de saúde esclarecimentos sobre sua saúde ou tratamento.

Segundo os pesquisadores, um dos componentes-chave para a compreensão da subutilização de medicamentos é a percepção de capital social pelos idosos, ou seja, que eles possuem uma estrutura social baseada em reciprocidade ou obrigações mútuas facilitadoras de ações de benefício conjunto, a qual pode mudar sua noção de saúde, acesso a cuidados e qualidade de vida. Esse capital social poderia, dessa forma, determinar a aderência a medicamentos a partir de sua influência em comportamentos relacionados à saúde, pela transmissão de informações sobre saúde, sobre o acesso a serviços de cuidados e pelo controle social de atitudes desviantes.

" O mecanismo que liga o capital social à aderência ainda não foi elucidado, mas é possível que uma grande quantidade do primeiro possa agir como um impulso contra injustiças na saúde ou para ajudar as pessoas a acessar serviços e recursos, como medicamentos. Particularmente, idosos com uma maior percepção de pertencimento a uma comunidade provavelmente devem ter um comportamento mais saudável, como a aderência a prescrições médicas" , destacam os pesquisadores. " Acreditamos que políticas de saúde podem utilizar essa informação a fim de estabelecer iniciativas de intensificar do envolvimento entre idosos e suas comunidades para estimular o uso da medicação prescrita, independente das dificuldades de custo" .

Fonte: FIOCRUZ
   Palavras-chave:   Tratamento    Aderência    Medicamento    Idoso    Custos   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Tratamento    Aderência    Medicamento    Idoso    Custos   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.