Geral
publicado em 21/02/2011 às 03h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Resposta ao consumo de cafeína varia significativamente entre meninos e meninas. A descoberta é de pesquisadores da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos. A pesquisa, conduzida por Jennifer L. Templo, é o primeira a demonstrar as diferenças de gênero na resposta fisiológica à cafeína em adolescentes.

Resultados mostram que a cafeína proporciona mais energia aos meninos e também melhora o seu desempenho atlético. "Esperamos que esses resultados sobre a cafeína nos ajude a determinar como homens e mulheres diferem na susceptibilidade ao abuso de drogas e respondem de forma diferente ao tratamento", diz Temple.

Metodologia

O estudo envolveu 26 meninos e 26 meninas com idades entre 12 e 17 anos. Para participar da pesquisa, os adolescentes foram obrigados a ter experiência anterior com cafeína, nenhuma reação adversa, não utilizar contraceptivos à base de hormônios, não fumar, não fazer uso de qualquer medicamento que poderia ter interações adversas com cafeína (ex.: metilfenidato) e estar disposto a visitar o laboratório quatro vezes durante 90 minutos.

Os participantes foram instruídos a não ingerir cafeína 24 horas antes de cada visita e não comer nada ou beber nada, somente água por duas horas antes de cada visita.

Na primeira visita, os participantes relataram as últimas 24 horas de atividade física e alimentação, incluindo a quantidade de bebidas cafeinadas que eles consumiram, enquanto os pais responderam a um questionário demográfico. Os adolescentes forneceram uma amostra de saliva para certificar que eles se abstiveram de cafeína e não tomaram hormônios esteróides.

Depois que os pesquisadores mediram a frequência cardíaca e aferiram a pressão arterial, os participantes beberam uma bebida contendo 50 mg, 100 mg ou 200 mg de cafeína, ou outra sem a substância, que serviu como placebo. A ordem foi sorteada entre as quatro visitas para cada participante.

A pressão arterial e a frequência cardíaca foram medidas a cada 10 minutos durante a primeira hora. Os adolescentes completaram a lista de verificação comportamental novamente e comeram um lanche. Após a quarta sessão, os participantes tiveram sua altura e peso medidos, e foram informados sobre o estudo.

Variação entre os gêneros

Além dos resultados gerais, o estudo revelou várias diferenças em resposta à cafeína entre meninas e meninos.

A pressão arterial diastólica aumentou e o ritmo cardíaco diminuiu conforme a porcentagem de cafeína aumentou no sexo masculino, mas não entre as meninas. Além disso, os meninos que eram consumidores elevados de cafeína apresentaram maiores aumentos na pressão sanguínea do que os meninos com baixo consumo.

"A cafeína é conhecida por aumentar a pressão arterial, mas o fato que causou uma resposta exagerada do sexo masculino com alto consumo foi uma surpresa, já que no momento da medição a quantidade de cafeína consumida por meninos e meninas foi a mesma", disse Temple.

Quando os pesquisadores examinaram o comportamento alimentar em função do consumo crônico e agudo da cafeína, eles descobriram que os grandes consumidores de cafeína consumiram mais calorias, proteína e gordura em sua dieta típica, e comeram mais alimentos com níveis elevados de açúcar, em comparação com baixo consumidores de cafeína.

Os pesquisadores acreditam que a terceira e talvez mais importante questão nesta investigação centra-se no efeito do consumo de cafeína durante a adolescência sobre o uso de drogas lícitas ou ilícitas mais tarde na vida. Segundo a equipe de pesquisa, um novo estudo sobre essa relação está em preparação.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Cafeína    Meninos    Meninas    Resposta fisiológica    Universidade de Buffalo   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
cafeína    meninos    meninas    resposta fisiológica    Universidade de Buffalo   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.