Ciência e Tecnologia
publicado em 16/02/2011 às 02h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Clínicos devem ter cautela no uso de raios-X em mulheres grávidas e bebês em função do maior risco de aparecimento de câncer em crianças. É o que revela estudo realizado por pesquisadores da Universidade de York, nos Estados Unidos.

A pesquisa é coerente com o que os médicos suspeitavam há muito tempo, e motivo pelo qual mulheres em idade fértil são sempre questionadas sobre a possibilidade de gravidez antes de ser radiografada.

Pesquisadores encontraram pequenos aumentos no risco de câncer em crianças que haviam passado por raios-X em idades inferiores a três meses, e em crianças cujas mães foram submetidas a raio-X durante a gravidez.

Os pesquisadores estudaram o risco de câncer na infância associado à exposição a radiação e exames ultra-sonográficos durante a gestação e na primeira infância.

Estudos anteriores de crianças nascidas entre 1940 e 1970, quando as doses de radiação eram susceptíveis de serem maior, descobriu que a exposição a raios-X no útero está assciada a um risco maior de câncer na infância, particularmente leucemia.

Apesar de raios-X diagnósticos e outros procedimentos de imagem radiológica para o abdome e pelve de mulheres grávidas sejam raros, existem preocupações sobre o crescente uso da tomografia computadorizada (TC) e outros tipos de procedimentos de imagem de doses mais elevadas em crianças pequenas.

Metodologia

Os pesquisadores agruparam dados sobre 2.690 crianças com câncer e 4.858 crianças saudáveis a partir do UK Childhood Cancer Study (UKCCS). Todas as crianças nasceram entre 1976 e 1996. Os dados sobre a exposição a exames radiográficos e ultra-som foram coletados de prontuários médicos.

Um total de 305 crianças recebeu 319 exames radiográficos ainda no útero e 170 crianças receberam 247 exames de raio-X de diagnóstico na primeira infância. Um total de 13.723 no útero e 138 ultrassons na primeira infância foram realizados.

Os investigadores mediram o risco de câncer infantil, em geral, leucemia, linfoma e tumores do sistema nervoso central, especificamente.

Os resultados mostraram um ligeiro aumento no risco derivado da exposição aos raios X no útero em comparação com todos os tipos de câncer e leucemia, embora não tenha sido estatisticamente significativo.

A exposição a raios-X de diagnóstico no início da infância foi associada com um pequeno, não-significativo risco extra para todos os tipos de câncer e leucemia, bem como aumento do risco de linfoma, mas esta conclusão foi baseada em um pequeno número (apenas sete casos).

"Nossos resultados, que indicam os possíveis riscos de câncer derivado da radiação em doses menores do que aquelas associados com TC, sugerem a necessidade de utilização prudente dos procedimentos de diagnóstico por imagem para o abdome e pelve da mãe durante a gravidez e em crianças em idades muito jovens", afirmou a líder do estudo, Eve Roman.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Raio-x    Gravidez    Câncer infantil    Tomografia computadorizada    Universidade de York   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
raio-x    gravidez    câncer infantil    tomografia computadorizada    Universidade de York   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.