Ciência e Tecnologia
publicado em 05/02/2011 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
L.A. Cicero
  « Anterior
Próxima »  
"As ferramentas que nós desenvolvemos podem ser aplicadas para detectar conexões neurais de qualquer parte do sistema nervoso", diz Liqun Luo (à esquerda), ao lado de Kazunari Miyamichi

Descobrir como os mamíferos processam o cheiro. Este é o objetivo de uma pesquisa conduzida por cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

De acordo com o estudo, o processo é complexo e se inicia com a captura do cheiro por receptores específicos do nariz. No entanto, até agora ainda não estava claro como estes sinais de cheiro passavam do nariz ao nervo, para o processamento neural.

Na pesquisa, realizada com ratos, os cientistas descreveram uma nova técnica que torna possível estabelecer ligações de longa distância do nervo no cérebro. Os pesquisadores usaram a técnica para mapear, pela primeira vez, o caminho que os sinais de odor tomam a partir do bulbo olfatório, a parte do cérebro que primeiro recebe sinais de receptores de odor no nariz, até os centros superiores do cérebro do rato quando o processo é completado.

"Ninguém havia seguido os sinais através de conexões neurais para um tipo específico de neurônio em um local específico antes", diz o professor de biologia Liqun Luo.

Aplicações

As técnicas desenvolvidas no trabalho podem ser usadas para fazer mais do que apenas estudar como ratos processam o cheiro. "As ferramentas que nós desenvolvemos podem ser aplicadas para detectar conexões neurais de qualquer parte do sistema nervoso", afirma Luo.

As ferramentas podem ser aplicadas para entender como os cérebros dos ratos processam informações a partir de seus outros sentidos, ou como o cérebro controla o movimento. Além disso, a tecnologia também podem ser adaptadas para uso em outras espécies de mamíferos.

A técnica

Para traçar os caminhos neurais, os pesquisadores infectaram os cérebros de camundongos com dois vírus, um após o outro.

O primeiro vírus deixou os neurônios sensíveis à infecção pelo outro vírus, que foi injetado duas semanas depois. O segundo vírus foi concebido pelo colaborador Edward Callaway, no Instituto Salk.

Os genes introduzidos pelo primeiro vírus permitiram o próximo vírus infectar o seu caminho do cérebro para o bulbo olfativo, indo na direção oposta de sinais de perfume. Ao seguir o progresso por trás do segundo vírus, os cientistas puderam identificar os neurônios no bulbo olfatório.

Os cientistas então cortaram o cérebro do rato em cerca de 60 lâminas delgadas e tirou fotos através de um microscópio. Eles utilizaram um algoritmo sofisticado para combinar as imagens de 35 camundongos em um modelo 3-D do bulbo olfatório concebido pelos estudantes de engenharia elétrica Fernando Amat e Farshid Moussavi. Isto permitiu-lhes a observar os padrões entre o local onde o vírus começou nos centros cerebrais superiores e onde, no bulbo olfatório, terminou sua jornada.

Luo disse que vai usar as técnicas neste estudo para ter um olhar mais detalhado de outras partes do bulbo olfatório e do cérebro do rato, com o objetivo final de entender como o cérebro processa odores específicos. Ele disse que também estava trabalhando para melhorar a técnica de rastrear os neurônios através de longas distâncias, permitindo-lhe olhar com mais detalhes em outras vias do sistema nervoso do rato.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Cheiro    Processamento    Nervos    Olfato    Ratos   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Cheiro    processamento    nervos    olfato    ratos   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.