Geral
publicado em 03/02/2011 às 02h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Phil Jones/GHSU
Da esquerda para a direira: Dr. Diana R. Gutsaeva, C. Alvin Head, Tohru Ikuta e James B. Parkerson
  « Anterior
Próxima »  
Da esquerda para a direira: Dr. Diana R. Gutsaeva, C. Alvin Head, Tohru Ikuta e James B. Parkerson

Composto sintético impede o congestionamento de tráfego de células que provoca crises de dor debilitante e mortalidade associada à anemia falciforme, de acordo com pesquisadores do Medical College of Georgia, nos Estados Unidos.

O aptâmero, desenvolvido pela Archemix Corporation, nos Estados Unidos, trabalha ocupando os receptores pegajosos que revestem as paredes dos vasos sanguíneos pequenos, onde os glóbulos vermelhos no formato de foice e os glóbulos brancos podem se acumular. O engarrafamento de células obstrui o fluxo de sangue e de oxigênio, causando dor e dano aos órgãos, e, eventualmente, a morte.

Funcional

Em ratos com doença, a administração do aptâmero antes de uma crise de dor reduziu a adesão de hemácias falciformes em 90% e dos glóbulos brancos em 80%. Os animais também tiveram aumento da velocidade do fluxo sanguíneo e redução da mortalidade.

Pesquisadores defendem que o composto pode agora avançar para testes clínicos com potencial para tratar uma crise de dor aguda, tratada hoje em dia com drogas. A atual forma do aptâmero é líquida e ele foi administrado por via intravenosa ou injetada sob a pele.

O novo aptâmero tem como alvo os receptores P-selectina, que são altamente expressos em pacientes com anemia falciforme.

"O aptâmero bloqueia os receptores para que eles não funcionem", disse o coautor do estudo, Tohru Ikuta. "Não há quase nenhum bom composto que inibe a adesão celular e muitos são tóxicos. Pelo menos nos estudos animais, o novo composto não é tóxico e não provoca uma resposta imune."

"Muitas pessoas estão se concentrando no desenvolvimento de novas terapias para a doença falciforme, porque nos dias de hoje só há uma escolha aprovada pela FDA (hidroxiureia, um agente quimioterapêutico)", explicou a autora do estudo, Diana R. Gutsaeva. "Nós acreditamos que este aptâmero tem potencial para ser uma das novas terapias."

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
anemia falciforme    composto sintético    aptâmero    glóbulos vermelhos    Medical College of Georgia   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.