Profissão Saúde
publicado em 13/01/2011 às 02h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Agência Estado
Secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri (ao centro)
  « Anterior
Próxima »  
Secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri (ao centro)

O novo secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Giovanni Guido Cerri, foi recebido pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) durante Sessão Plenária especial, realizada na noite de 11 de janeiro.

Na ocasião, Cerri destacou que considera importante que o médico que está na ponta do sistema de saúde não se sinta abandonado. "É fundamental que o profissional tenha possibilidade de se atualizar, de desenvolver sua carreira e que se sinta estimulado" , afirmou.

Entre outros temas que apresentou como prioritários durante sua gestão, citou a humanização do sistema de atendimento nos hospitais públicos; a valorização do trabalho dos hospitais universitários; a importância da parceria entre as entidades médicas na melhoria da saúde da população. Também defendeu que as Organizações Sociais de Saúde (OSSs), modelo de parceria adotado pelo Governo do Estado para a gestão de unidades de saúde, continuem atuantes no sistema, embora acredite que necessitem de algumas correções e novas alternativas para sua eficácia.

O novo secretário afirmou, ainda, que está empenhado na luta por maiores recursos direcionados ao sistema público de saúde e pela regulamentação da Emenda Constitucional 29.

Verbas para a saúde

O vice-presidente do Cremesp, Renato Azevedo Júnior, disse a Cerri, com relação à melhoria do Sistema Único de Saúde, que o momento é de " esperança renovada" . " Vamos enfrentar um poderoso adversário que é a questão do financiamento. Não é possível que o Brasil continue a conviver com esse nível de recursos para a saúde" , alertou. Azevedo afirmou que a EC 29, que aguarda regulamentação no Congresso, prevê que o Estado gaste até 12% de sua receita com a saúde. Ele questionou o secretário se haverá esse compromisso e se os recursos serão efetivamente aplicados na saúde.

" O governo do Estado gasta 12,6% do orçamento em saúde, e esse montante é realmente aplicado em ações de saúde" , respondeu Cerri. Ele afirmou que, como gestor desses recursos, gostaria que chegasse a 13%. " Não sei se vamos conseguir atingir esse patamar, mas pelo menos cumprimos a meta" , disse.

Formação médica

O secretário manifestou grande preocupação com a qualificação profissional dos médicos mal formados, sem acesso à Residência Médica. " Esse problema tem de ser resolvido. A residência é parte integrante da formação do médico. Se formamos 100 clínicos, precisamos ter 100 vagas de Residência. É a única forma de conseguir qualificação mais adequada" , declarou. Ele ressaltou que essa é uma questão que necessita ser resolvida no curto prazo, pois com o aumento de escolas, menos médicos cursam residência. " O grande financiador de bolsa de residência é o Estado, por meio dos hospitais. A residência em escolas médicas privadas a residência deveria ser obrigatória para 80% dos alunos" , disse.

OSS

A situação das Organizações Sociais de Saúde (OSS) e as contratações de serviços ganharam espaço no debate dos diretores e conselheiros com o secretário da Saúde. O conselheiro representante de São Paulo no Conselho Federal de Medicina de São Paulo (CFM), Desiré Callegari, questionou o secretário sobre as principais reivindicações do Estado de São Paulo junto ao Ministério da Saúde e afirmou que o " CFM está empenhado na finalização da resolução do prontuário eletrônico para a implantação da certificação digital" . Além disso, ofereceu apoio na fiscalização da prescrição de medicação de alto custo e de materiais. Manifestou preocupação também em relação às OSS: " Como elas podem ajudar nesta gestão? Pois uma mudança de paradigma pode estagnar os serviços" , comentou.

" O entendimento com o Ministério da Saúde é fundamental porque existem muitas questões em comum: a da alta complexidade, dos genéricos, o problema do SAMU e também das verbas para São Paulo, Estado que está sendo prejudicado na distribuição de recursos" , afirmou Cerri.

O conselheiro Eurípedes Balsanufo alertou para a invasão da alta complexidade de outros Estados em São Paulo: " os dados apresentados pela Secretaria são pequenos" , alertou. Também chamou a atenção para os problemas na Central de Regulação e para o financiamento da saúde, ressaltando a necessidade de melhorar o acesso do cidadão ao sistema, de melhor articulação com a união e os municípios para aperfeiçoar a Atenção Básica e a formação dos que trabalham na porta de entrada do sistema, e da luta das entidades médicas por piso salarial.

O secretário manifestou preocupação com o fato de que boa parte da alta complexidade do país venha para São Paulo a custo zero. "É urgente a implantação do cartão de saúde para identificar a porta de entrada do paciente na rede" , afirmou. Para ele, a questão da regulação é fundamental para o SUS funcionar, assim como a informatização do sistema, que permita a comunicação com a regionalização, e a qualificação do médico que atua na ponta do sistema, com um plano de carreira. A identificação dos pacientes de outros Estados que têm convênio e frequentam os hospitais públicos do Estado, e nada pagam é urgente, com a implantação do cartão de saúde.

Fonte:
   Palavras-chave:   Secretário    Giovanni Guido Cerri    Cremesp   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
secretário    Giovanni Guido Cerri    Cremesp   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.