Ciência e Tecnologia
publicado em 16/01/2011 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A entrega de drogas contra o câncer com nanopartículas pode diminuir os efeitos colaterais. Isso porque o novo dispositivo só libera o medicamento quando atinge o alvo.

Pesquisadores do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) e do Brigham and Women's Hospital mostraram que podem entregar a droga contra o câncer cisplatina com muito mais eficácia e segurança através de uma forma encapsulado em uma nanopartícula alvo para as células tumorais da próstata.

Usando as novas partículas, os pesquisadores foram capazes de reduzir tumores com sucesso em camundongos, usando apenas um terço da quantidade de cisplatina necessária para alcançar o mesmo efeito. Isso poderia ajudar a reduzir os efeitos colaterais da cisplatina potencialmente graves, que incluem danos aos rins e aos nervos.

Em 2008, os pesquisadores mostraram que as nanopartículas trabalharam em células cancerosas cultivadas em laboratório. Agora que as partículas têm se mostrado promissoras em animais, a equipe espera passar para testes em humanos.

"Em cada fase, é possível que haja obstáculos novos, mas precisamos continuar tentando", disse Stephen Lippard, autor sênior do estudo, publicado nos Anais da Academia Nacional de Ciências.

Tratamento com cisplatina

A cisplatina, usada para tratar o câncer desde o final de 1970, destrói células cancerosas, mas em última análise desencadeia a morte celular. Apesar de seus efeitos colaterais, que incluem também danos aos nervos e náuseas, cerca da metade dos pacientes com câncer submetidos a quimioterapia tomam cisplatina ou outras drogas de platina.

Outro problema com a cisplatina convencional é sua vida útil relativamente curta na circulação sanguínea. Apenas cerca de 1% da dose administrada chega ao DNA das células tumorais e cerca da metade é excretada dentro de uma hora de tratamento.

Para prolongar o tempo em circulação, os pesquisadores encapsularam um derivado de cisplatina em uma nanopartícula hidrofóbica. Primeiro, eles modificaram a droga, que normalmente é hidrofílico (atrai água), com duas unidades de ácido hexanóico - fragmentos orgânicos que repelem a água. Isso lhes permitiu encapsular o pró-fármaco resultante - uma forma que fica inativa até entrar na célula de destino - em uma nanopartícula.

Usando essa abordagem, muito mais droga atinge o tumor, pois menos da droga é degradada na circulação sanguínea. Os pesquisadores descobriram que as nanopartículas circulavam na corrente sanguínea por cerca de 24 horas, pelo menos, cinco vezes mais do que a cisplatina não-encapsulada. Eles também descobriram que a droga não acumula tanto nos rins como a cisplatina convencional.

Depois de mostrar a durabilidade das nanopartículas no sangue, os pesquisadores testaram sua eficácia no tratamento de camundongos implantados com tumor de próstata humano. Eles descobriram que as nanopartículas reduziram do tamanho do tumor, tanto quanto a cisplatina convencional com mais de 30 dias, mas com apenas 30% da dose.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Nanopartículas    Entrega de drogas    Cisplatina    Câncer de próstata    Tratamento   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Nanopartículas    entrega de drogas    cisplatina    câncer de próstata    tratamento   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.