Geral
publicado em 16/11/2010 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A partir deste mês, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES) lança uma nova ferramenta para acolher os usuários de crack. São os Consultórios de Rua, dispositivos móveis que serão ofertados aos municípios de Recife, Olinda, Cabo de Santo Agostinho, Paulista e Jaboatão dos Guararapes.

Os profissionais dos Consultórios de Rua serão responsáveis por chegar às áreas consideradas de risco em cada município participante e realizar o trabalho de prevenção e redução de danos, acolhendo o cidadão, criando vínculo e diagnosticando qual o melhor serviço para referenciar aquele usuário. A expectativa é atender, mensalmente, 50 pessoas por Consultório.

" O paciente, normalmente, busca a assistência. No caso do Consultório de Rua, estamos indo ao encontro dos usuários, indo nos pontos de consumo para prestar o apoio. Isso só é possível porque estamos firmando a parceria com os municípios, pois só vamos avançar se trabalharmos efetivamente em conjunto" , afirmou o secretário Estadual de Saúde, Frederico Amancio.

Para o desenvolvimento das ações, num primeiro momento, a equipe do serviço precisa criar um vínculo com os pacientes, fazer atendimentos básicos e a partir das necessidades de cada usuário, acionar a rede: que pode ser uma visita do Programa Saúde da Família, consulta com algum especialista ou o próprio tratamento da dependência em um Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

A SES ficará responsável por monitorar as ações, qualificar as equipes e disponibilizar os veículos com motorista e combustível para os municípios. Cabe aos municípios a gestão das atividades propostas pelo Consultório de Rua e a organização dos recursos humanos, formado, pelo menos, por um profissional de nível superior e de dois a quatro técnicos por veículo.

" Cada um fará sua programação, de acordo com a realidade e as necessidades do local. É preciso saber onde há aglomerações de pessoas em situação de maior vulnerabilidade, maior consumo, se isso ocorre à noite ou nos finais de semana. Cada município terá um mês para fazer as adequações e depois de três meses haverá uma primeira avaliação dos planos" , reforçou a gerente de Atenção à Saúde Mental da SES Marcela Lucena.

Além dos cinco Consultórios de Rua vinculados à SES, Pernambuco conta com outros nove geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (três em Floresta, três em Bom Jardim e três em Recife), todos previstos pelo Plano Estadual de Enfrentamento ao Crack.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Atendimento    Consultório de rua    Crack    Pernambuco    SES   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Atendimento    consultório de rua    crack    Pernambuco    SES   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.