Saúde Pública
publicado em 10/11/2010 às 19h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Exterminar microorganismos tornou-se uma obsessão nacional. Um par de compostos antimicrobianos, conhecido como triclosan e triclocarban, ultimamente são as armas de escolha na nossa guerra contra o mundo microbiano. Ambos componentes são encontrados em uma variedade de produtos de higiene pessoal, como sabonetes antimicrobianos, e o triclosan também está na formulação de artigos diários que vão desde plásticos e brinquedos a artigos de vestuário.

Mas estes agentes antimicrobianos, comumente usados por pessoas de todo o país, são seguros para a saúde humana e o meio ambiente? Mais explicitamente, eles ainda funcionam? De acordo com o professor adjunto Rolf Halden, do Instituto de Biodesign da Universidade do Arizona, Estados Unidos, a resposta a estas perguntas é um enfático "não".

O biólogo e engenheiro Halden está interessado em produtos químicos produzidos em grande volume para uso doméstico. "Eu sigo os caminhos dessas substâncias e tento descobrir o que eles fazem ao meio ambiente, o que eles fazem para nós e como nós podemos melhor gerenciá-los".

O antimicrobiano triclosan foi patenteado em 1964 e começou a ser utilizado na prática clínica, onde se mostrou um assassino bacteriano potente, útil antes de procedimentos cirúrgicos. Desde então, a indústria tenta convencer os consumidores da necessidade do uso de antimicrobianos. Os antimicrobianos apareceram pela primeira vez em sabonetes comerciais na década de 1980 e até 2001, 76% dos sabonetes líquidos continham o produto químico.

Antimicrobianos têm rendido um bilhão de dólares a indústria por ano e essas substâncias químicas agora permeiam o ambiente e nossos corpos. Níveis de triclosan em humanos aumentaram uma média de 50% desde 2004, segundo dados recém-atualizados do Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Os agentes químicos antimicrobianos aparecem na poeira doméstica, onde podem funcionar como alérgenos, e alarmantemente, 97% das mulheres americanas apresentam níveis detectáveis de triclosan no leite materno. Tais exposições desnecessárias acarretam riscos que, neste momento, ainda estão mal definidos.

Halden e sua equipe conduziram uma série de experimentos que visam acompanhar o curso ambiental dos ingredientes ativos em produtos de cuidados pessoais. Os resultados preocupantes da pesquisa indicam que o triclosan e agrega primeiro triclocarban nas lamas de águas residuais e são transferidas para solos e ambientes aquáticos naturais, onde persistem por meses ou anos.

A química por trás desses compostos, que contêm estruturas de anel de benzeno clorados, os torna notoriamente difíceis de quebrar. Além disso, eles são avessos a água ou hidrofóbico, tendendo a manter as partículas, o que diminui a sua disponibilidade para os processos de degradação e facilita o transporte de longo alcance na água e no ar.

Tanto o triclosan, quanto o triclocarban têm sido associados à disfunção endócrina, com potenciais impactos adversos no desenvolvimento sexual e neurológicos. Além disso, o acúmulo desses agentes antimicrobianos no ambiente exerce pode trazer conseqüências potencialmente desastrosas para a saúde humana.

Produtos químicos como triclosan e triclocarban têm seu lugar na saúde pública, particularmente em contextos clínicos, entre os porfissionais que são treinados para seu uso apropriado.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Antimicrobiano    Triclosan    Triclocarban    Sabonetes    Cosméticos    CDC   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Antimicrobiano    triclosan    triclocarban    sabonetes    cosméticos    CDC   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.