Ciência e Tecnologia
publicado em 30/10/2010 às 18h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Nutrition Health Center
Pesquisadora analisa amostra de exame sanguíneo
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadora analisa amostra de exame sanguíneo

Um novo estudo conduzido por pesquisadores no Childrens Hospital Oakland Research Institute (CHORI), nos Estados Unidos, revelou que uma injeção da proteína apolipoproteína (apo) A-V pode reduzir os níveis elevados de triglicerídeos no sangue e, posteriormente, minimizou os riscos de doença arterial coronariana. Assim como o colesterol, níveis elevados de triglicerídeos, uma gordura do sangue, estão associados ao aumento do risco de doença cardíaca.

Apesar de apoA-V ser encontrada apenas em concentrações muito baixas no sangue, ela tem um impacto muito grande na manutenção dos níveis normais de triglicerídeos. Estudos têm demonstrado que camundongos geneticamente modificados sem apoA-V têm níveis extremamente altos de triglicerídeos, enquanto que camundongos geneticamente modificados com excesso de apoA-V têm níveis extremamente baixos da gordura.

"Nós queríamos saber se poderíamos diminuir os níveis de triglicerídeos nos ratos que têm falta de apoA-V simplesmente reintroduzindo a proteína na corrente sanguínea, pois se assim for, isso pode ser um caminho muito interessante para tentar reduzir os níveis de triglicerídeos em seres humanos", disse o líder do estudo, Trudy Forte.

Ao combinar apoA-V com fosfolípides para produzir uma lipoproteína apoA-V reconstituída de alta densidade (rHDL), Forte e sua equipe foram capazes de injetar apoA-V diretamente na corrente sanguínea dos camundongos e reduzir significativamente os níveis de triglicerídeos.

"Ficamos satisfeitos de ver que o nível de triglicerídeos caiu, e continuou a diminuir até 87 % durante um período de oito horas", observou o pesquisador.

Embora mais estudos sejam necessários, a nova pesquisa demonstra que a apoA-V pode ser a chave para reduzir os triglicéridos em seres humanos em um ambiente clínico.

"O que temos aqui é o potencial de apoA-V ter algum benefício terapêutico para os seres humanos em termos de redução dos níveis de triglicerídeos e ajudar a prevenir doenças do coração", concluiu Forte.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
injeção de proteína    triglicerídeos    doença arterial coronariana    Trudy Forte    Childrens Hospital Oakland Research Institute   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.