Ciência e Tecnologia
publicado em 25/10/2010 às 02h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Estudos recentes realizados na University of Rochester Medical Center, nos Estados Unidos, sugerem novas ligações entre a deficiência de vitamina D e o câncer de mama e de cólon, particularmente entre os afro-americanos.

Os pesquisadores analisaram 224 mulheres em tratamento contra o câncer de mama e descobriram que 66 % eram severamente deficientes ou moderadamente deficientes em vitamina D.

"A deficiência foi particularmente elevada entre aquelas que não eram brancas e aquelas que estavam com a doença em estágio mais avançado", disse a pesquisadora Alissa Huston.

"Mulheres afro-americanas apresentaram os menores níveis médios de vitamina D, em comparação com as pacientes brancas ou hispânicas, embora a população do estudo tenha sido pequena. As mulheres negras podem ser propensas ao câncer de mama mais agressivo, mas não se sabe se a vitamina D desempenha um papel relevante", afirmou Huston, acrescentando que mais estudos são necessários.

Segundo a pesquisadora, os dados sugerem que certamente é importante testar os pacientes para os níveis plasmáticos de vitamina D e, se necessário, tratar a deficiência, juntamente com a doença. "Em alguns casos, altas doses de vitamina D semanalmente são necessários para trazer o paciente até níveis suficientes."

O estudo de Huston também descreveu o efeito de diferentes esquemas de suplementação de vitamina D sobre a deficiência. Doses semanais de 50 mil UI resultaram em aumentos significativos nos níveis de vitamina D para mulheres cujo status de referência foi severamente deficiente. Níveis mais baixos de vitamina D estavam associados com uma menor densidade mineral óssea da coluna e com pacientes submetidas à radioterapia.

"Atualmente, nós recomendamos um mínimo de mil UI diárias de vitamina D3 (com adição de cálcio) para nossos pacientes", disse Huston. "Mas na maioria dos casos esta dose deve ser individualizada para o nível específico do paciente."

Em um outro estudo conduzido por Kevin Fiscella, os investigadores descobriram que a deficiência de vitamina D entre os afro-americanos pode explicar por que os negros morrem de câncer colorretal com muito mais frequência que os brancos.

Em um estudo epidemiológico dos adultos americanos, entre as 91 mortes de câncer colorretal, durante o período do estudo, os investigadores avaliaram uma série de fatores que poderiam contribuir para a morte, idade, raça, tabagismo, peso, história de câncer colorretal e acesso aos cuidados de saúde através de seguros de saúde.

Os pesquisadores descobriram que o simples fato de ser afro-americano dobrou o risco de morte por câncer colorretal. Além disso, a deficiência de vitamina D com base em um exame de sangue explicou cerca de 40 % do risco associado a esses pacientes.

Estudos anteriores também mostraram que a deficiência de vitamina D pode contribuir para um maior número de mortes cardíacas e de acidente vascular cerebral entre os negros em relação aos brancos.

"Juntas, essas descobertas são muito provocantes e sugerem que a vitamina D pode explicar parcialmente duas das principais causas de morte entre os afro-americanos, onde existem grandes disparidades - cardiovasculares e câncer", concluiu Fiscella.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
vitamina D    câncer de mama    câncer de cólon    afro-americanos    Alissa Huston    University of Rochester Medical Center   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.