Ciência e Tecnologia
publicado em 09/03/2012 às 22h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Um médico da Maastricht University, na Holanda, descobriu que a melatonina funciona bem no tratamento de distúrbios do sono, em pacientes com deficiências mentais, desde que seja administrada por um especialista. O tratamento não somente alivia os problemas relacionados à insônia, como também tem um efeito benéfico sobre problemas de comportamento durante o dia.

Os distúrbios do sono ocorrem em deficientes mentais de três a cinco vezes mais, do que em pessoas saudáveis. Muitas vezes, essas dificuldades são causadas por uma perturbação do ritmo de melatonina do paciente e, consequentemente, medicamentos regulares para dormir têm pouco ou nenhum efeito.

A melatonina é uma droga que regula o ritmo de sono e vigília, mas ela só funciona com pessoas que sofrem de sua deficiência. Consequentemente, o tratamento com este medicamento só pode ser concedido, uma vez que tenha sido estabelecido em que momento o paciente começa a própria produção de melatonina, que pode ser feito por meio de um simples teste de saliva.

"Atualmente, a melatonina é frequentemente prescrita incorretamente, sem aferição, primeiro, de que há realmente uma deficiência. Se o paciente não sofre de uma deficiência, não vai ajudar e poderia até mesmo causar um efeito adverso, gerando ainda mais problemas de sono", disse Wiebe Braam, que é especializado no atendimento de pessoas com deficiência mental.

A pesquisa de Braam revela que, em muitos pacientes, a melatonina se decompõe lentamente, de modo que ela para de funcionar após algumas semanas. "Geralmente, você poderia aumentar a dose quando um medicamento perde o seu efeito, mas neste caso é necessário reduzir as quantidades."

Distúrbios do sono em pessoas com deficiência mental são um problema generalizado que muitas vezes é subestimado, de acordo com Braam.

"Uma criança com deficiência que acorda com frequência e ruidosamente na noite causará problemas de sono para os pais também. Os pais, então não serão capazes de "funcionar" adequadamente, o que, por sua vez, pode levar a problemas de relacionamento, licença médica ou a criança pode ter que ser internada em uma instituição de cuidados especiais", alertou Braam.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Melatonina    distúrbios do sono    pacientes com deficiências mentais    Wiebe Braam    Maastricht University   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.