Ciência e Tecnologia
publicado em 09/09/2010 às 16h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Universidade Monashi
O pesquisador e professor Michael Cowley
  « Anterior
Próxima »  
O pesquisador e professor Michael Cowley

Um estudo internacional conduzido pelo Instituto de Obesidade e Diabetes Monashi (MODI) da Universidade Monashi, na Austrália, descobriu a razão pela qual algumas pessoas, apesar de consumirem uma dieta rica em gordura, permanecem magras, enquanto outras engordam.

A pesquisa mostrou que uma dieta rica em gordura faz com que as células cerebrais se isolem do corpo, fazendo com que o sinal para parar de comer e queimar energia chegue de forma eficiente ao cérebro.

"Nós descobrimos que uma dieta rica em gordura causa o isolamento das células do cérebro em relação ao corpo, tornando-as incapazes de detectar os sinais de saciedade", disse o professor Michael Cowley. "Além disso, o isolamento também cria uma complicação, na qual o corpo não é capaz de detectar sinais de aumento de consumo de energia e iniciar a queima de calorias" .

A pesquisa mostrou que as células de apoio no cérebro desenvolveram um super crescimento frente a dieta com alto índice de gordura. Isto impediu que as células cerebrais regulares (o sistema da melanocortina ou neurônios POMC) se conectassem com outros mecanismos neurais, responsáveis pelo apetite e pelo gasto energético.

Para Cowley, os resultados deste estudo oferecem uma ligação crucial no combate a epidemia de obesidade. "Estes circuitos neuronais regulam os comportamentos alimentares e o gasto energético, processo que ocorre naturalmente no cérebro. Os circuitos começam a se formar no início da vida e determinam quais pessoas terão tendência para a obesidade, mesmo antes que eles comam sua primeira refeição".

Ele acrescenta que comer uma dieta rica em gorduras provoca um maior isolamento das células nervosas e torna mais difícil para o cérebro ajudar a pessoa a emagrecer.

"Necessariamente, as pessoas não são obesas por falta de força de vontade. Seus cérebros não sabem a quantidade de gordura que tem armazenada, portanto, não é capaz de dizer que o corpo já está abastecido. Consequentemente, a capacidade do seu corpo para perder peso fica significativamente reduzida".

Durante um período de quatro meses, os pesquisadores monitoraram o consumo e a composição corporal de grupos de camundongos e descobriram que aqueles com uma predisposição neural à obesidade ganharam 30% mais peso em comparação com 6% do grupo com células resistentes à obesidade.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Dieta rica em gordura    Obesidade    Isolamento    Céluas cerebrais    Saciedade   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Dieta rica em gordura    obesidade    isolamento    céluas cerebrais    saciedade   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.