Ciência e Tecnologia
publicado em 29/08/2010 às 16h00:00
   Dê o seu voto:

Pesquisa pode ajudar a entender mais sobre o efeito da luminosidade no funcionamento do metabolismo humano

 
tamanho da letra
A-
A+

Um novo estudo da base genética dos ritmos circadianos - respostas biológicas relacionadas à exposição diária à luz - revelou que alguns minutos de exposição à luz, do fungo Neurospora crassa, afeta diretamente uma grande variedade de suas funções biológicas, desde a reprodução até o reparo do DNA. Pesquisa pode ajudar a entender mais sobre o funcionamento do metabolismo humano.

A investigação, realizada por quatro universidades nos Estados Unidos e na Alemanha, revelou pela primeira vez, como percursos metabólicos específicos podem ser diretamente ativados pela luz nos fungos.

"Você tem um fator, a exposição à luz, para começar", disse o professor Michael Freitag da Oregon State University, nos Estados Unidos. "Em apenas alguns minutos, isso liga mecanismos genéticos que influenciam tudo, desde o desenvolvimento dos esporos até a resposta ao estresse, a pigmentação, o metabolismo de carbono, o ciclo celular, a regulagem de nitrogênio, o reparo do DNA e muitas outras funções."

Essa nova pesquisa mostra que a exposição à luz afeta 24 fatores de transcrição, que funcionam como reguladores genéticos chave, que por sua vez, ativam dezenas de outros genes, controlam tudo no comportamento fisiológico deste fungo. Por exemplo, se o fungo é cultivado no escuro, ele será branco - mas com apenas dois minutos de exposição à luz, ele fica laranja permanentemente, uma vez que seu gene para a pigmentação foi ativado.

"Embora nem todos os genes envolvidos sejam idênticos, muitos genes desempenham funções semelhantes em humanos e o efeito da exposição à luz sobre o metabolismo humano é provavelmente mais semelhante, do que diferente neste fungo", disse Freitag.

Os investigadores pretendem aprender mais sobre o âmbito fenomenal das funções biológicas e metabólicas que estão relacionados à luz e aos ritmos naturais do dia e da noite. Cientistas descobriram que rupturas nesses ritmos podem ter um conjunto significativo de efeitos físicos e de saúde.

"As vias de sinalização da luz e o relógio circadiano são indissociáveis, e têm efeitos profundos sobre o comportamento na maioria dos organismos. Nossos resultados fornecem as ligações entre o ativador circadiano chave e seus efeitos nas vias de regulamentação", afirmaram os pesquisadores.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
exposição à luz    ritmo circadiano    Neurospora crassa    Michael Freitag    Oregon State University   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.