Foto Saúde
publicado em 22/08/2010 às 16h00:00
   Dê o seu voto:

Museu itinerante visita Minas Gerais pela primeira vez

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Museu da Vida
Foto: Divulgação/Museu da Vida
O Gyrotec é exposto durante visita do Museu itinerante à Barbacena Estrutura do Museu Itinerante chega à Barbacena
  « Anterior
Próxima »  
O Gyrotec é exposto durante visita do Museu itinerante à Barbacena
Estrutura do Museu Itinerante chega à Barbacena

Com o objetivo de divulgar temas científicos, mostrando como a ciência está presente no cotidiano da população, o Ciência Móvel Vida e Saúde para Todos visita pela primeira vez uma cidade de Minas Gerais: Barbacena. Leva exposições, jogos, equipamentos interativos, multimídias, oficinas, vídeos científicos, contadores de histórias e palestras. Após participar no Rio de Janeiro da segunda etapa da campanha de vacinação contra a poliomielite, o caminhão ficará no Centro de Exposições Senador Bias Fortes, em Barbacena, com entrada gratuita, até o próximo sábado (21/8).

Coordenado pelo Museu da Vida da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), em parceria com a Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj) e patrocinado pela Sanofi-Aventis, o Ciência Móvel divulga ciência de maneira divertida e interativa. Entre suas atividades, destaca-se o Gyrotec, equipamento usado pela Nasa para treinar astronautas, composto por três anéis que giram livremente em todas as direções. Também leva as exposições Energia e Dengue. Ribamar Ferreira, coordenador do projeto, espera que esta seja a primeira de uma série de visitas ao estado mineiro. Segundo ele, já há negociação para levar o projeto a Juiz de Fora. As próximas cidades a receber o caminhão serão São de Meriti e Petrópolis, no Rio de Janeiro.

O projeto

A inauguração do Ciência Móvel se deu em outubro 2006, no campus da Fiocruz em Manguinhos, no Rio de Janeiro. A primeira viagem do caminhão foi ao município fluminense de Nova Iguaçu, na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que contabilizou 20 mil visitantes. De lá para cá, 58 viagens foram realizadas dentro da Região Sudeste. " A intenção é mostrar o quanto a ciência pode ser importante. Abrimos um universo para que as pessoas desfrutem da ciência de forma prazerosa" , diz Ribamar.

Agendadas de acordo com a demanda e a capacidade dos municípios, as visitas do Ciência Móvel envolvem a dedicação de mais de 20 profissionais, dos mediadores aos motoristas. " Frequentemente, chamamos para mediar as exposições ex-alunos do curso de formação de monitores em museus e centros de ciência, outra atividade desenvolvida pelo Museu da Vida. Assim, eles têm a oportunidade de viajar, praticar o que aprenderam no curso e interagir com o público. Como eles são muito descontraídos, os visitantes ficam à vontade para fazer perguntas" , observa o coordenador de conteúdo do Ciência Móvel, Miguel de Oliveira.

Além das atividades do museu itinerante, o projeto oferece oficinas para professores dos municípios visitados. Segundo a responsável pela equipe de mediação do projeto, Isabel Lourenço Gomes, uma dessas oficinas ensina aos professores como montar um clube de ciências nas escolas, com experimentos de baixo custo. O impacto do caminhão da ciência é muito maior nos municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). " Muitas vezes, as crianças desses lugares têm seu primeiro contato com a ciência por meio do Ciência Móvel e isso fica na cabeça delas por muito tempo ou mesmo para sempre" , afirma Miguel.

Programação

18 de agosto 10h: Abertura 12h: Visitação 16h30: Visitação 20h30: Visitação

19 e 20 de agosto 12h: Visitação 16h30: Visitação

21 de agosto: 9h 12h: Visitação

Módulos interativos

Espelhos sonoros: experimento que permite demonstrar os princípios de transmissão do som no ar.

Tubos sonoros: tubos de metal com vários comprimentos reproduzem a escala musical e permitem visualizar alguns princípios da formação da onda sonora.

Exposição: descubra mais sobre a dengue e sobre a produção e transmissão de energia em pequenas exposições itinerantes.

Mini-usina hidrelétrica: réplica que permite demonstrar como a energia elétrica é produzida em uma hidrelétrica.

Pilha humana: bicicleta acoplada a um dínamo que permite demonstrar a transformação da energia do movimento (do pedalar) em energia luminosa (lâmpadas que se acendem).

Câmaras escuras: objetos que simulam a formação da imagem na retina do olho humano.

Exibição de vídeos e palestras: o interior do caminhão, equipado com recursos audiovisuais, transforma-se num auditório para apresentação de palestras e vídeos informativos, como o vídeo Aedes aegypti e Aedes albopictus - Uma ameaça nos trópicos, de Genilton José Vieira, entre outros.

Fonte: FIOCRUZ
   Palavras-chave:   Ciência Móvel    Museu itinerante   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Museu itinerante visita Minas Gerais pela primeira vez
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Museu itinerante visita Minas Gerais pela primeira vez


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Ciência Móvel    Museu itinerante   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.