Saúde Pública
publicado em 18/08/2010 às 22h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), encomendada ao instituto Datafolha pesquisa inédita no país, que comprova o desconhecimento da população sobre a saúde respiratória. Denominado Saúde Respiratória e do Pulmão, o estudo que entrevistou 2242 brasileiros com 16 anos ou mais, pertencentes a todas as classes econômicas, colocou os médicos pneumologistas em estado de alerta, pois o atraso em diagnóstico e tratamentos, na especialidade, evolui rapidamente para quadros bem mais graves.

Entre as principais conclusões destaque para o fato de mais de 70% da população desconhecer como se chega ao diagnóstico da gripe. Também foi muito alto o índice de pessoas que confessam se automedicar e fazer uso de receitas caseiras na tentativa de sanar o problema que pode, inclusive, levar à morte, como é o caso da gripe A.

Segundo os resultados do levantamento, a desinformação começa já na prevenção das doenças respiratórias, que é extremamente importante para a redução dos altos índices existentes no país, especialmente no caso das contagiosas, como a gripe e o resfriado. Mas como é possível a população se prevenir sem informação? E esta foi uma das constatações da pesquisa.

Tanto a gripe, como o resfriado, explica a dra. Jussara Fiterman, presidente da SBPT, são infecções respiratórias causadas unicamente por vírus. " A maior prevalência no inverno é justificada pelo aumento da aglomeração de pessoas em locais menos ventilados, facilitando a disseminação do vírus e consequente contaminação" .

No entanto, 81% dos entrevistados acreditam erroneamente que as doenças podem ser causadas ou agravadas pelo clima frio ou úmido. Também houve quem dissesse que o problema está no ar-condicionado (54%), pó ou poeira (50%), poluição (38%) ou cigarro (29%). A confusão é tanta que não fumar foi apontado pela a grande maioria (63%) como a principal medida preventiva para estas doenças pulmonares infecciosas.

Para Roberto Stirbulov, presidente-eleito da SBPT, algumas das respostas equivocadas da população sugerem mais do que desinformação. " Dados como estes, e especialmente frente à grande citação de ar condicionado, pó e poeira, sugerem que as pessoas possam estar confundindo a asma ou a rinite à gripe ou resfriado. São portadores de doenças crônicas que acreditam que, a cada episódio, estejam contraindo novo resfriado" .

Alguns dos principais sintomas, comuns ao resfriado e a gripe, foram citados na pesquisa, como febre/calafrio (50%), tosse (43%), coriza (45%), indisposição (45%). No entanto, outros sintomas que não estão relacionados às doenças também foram registrados pelos pesquisadores, tais como falta de ar, chiado no peito, falta de apetite, emagrecimento. Além disso, 2% dos entrevistados que afirmaram conhecer as doenças não souberam especificar um único sintoma.

O diagnóstico da gripe ou do resfriado é essencialmente clínico, realizado em consultório médico, por meio de exame físico e de uma conversa com o especialista sobre as queixas do paciente. No entanto, somente 2% das pessoas responderam que não é necessário realizar nenhum exame complementar. Um fato alarmante foi que 36% dos entrevistados não souberam dizer como se pode detectar a doença. Outros grupos sugeriram, equivocadamente, exames como a escuta do pulmão (36%), raio-x (22%), ou o teste do escarro (12%), utilizado no diagnóstico da tuberculose, além de citações de tomografia, espirometria, broncoscopia, e até de exames de sangue.

Um total de 43% das pessoas afirmaram tomar medicamentos como antigripais, antitérmicos, analgésicos e injeções por conta própria. As receitas caseiras, como sopas, chás, mel ou xaropes feitos artesanalmente são a solução encontrada por 39%. Apesar de a maioria concordar com a afirmação " quando uma pessoa pega gripe ela deve procurar um médico" , apenas 19% o fizeram nos últimos 12 meses.

Também foi possível observar que o uso de receitas caseiras é maior entre os moradores do Nordeste, entre os mais velhos, entre os pertencentes às classes D/E e entre os com escolaridade fundamental, enquanto a procura por um médico é mais expressiva entre as mulheres.

Um dado que assustou os médicos pneumologistas foi que 29% não sabem a que especialista recorrer em caso de gripe. O clínico geral foi o mais citado, com 59% das respostas. Enquanto que o pneumologista, especialista em doenças do sistema respiratório, como a gripe, recebeu somente 5% das citações. Outras citações, em menor quantidade, foram otorrinolaringologista (1%), infectologista (1%) e alergista (1%).

Principais resultados obtidos na pesquisa

  • O que causa ou agrava a gripe ou o resfriado?
  • % clima frio ou úmido

    % ar-condicionado

    % pó ou poeira

    % poluição

    % cigarro

  • Para 63%, a principal medida preventiva para doenças infecciosas pulmonares é não fumar, seguido de:
  • % evitar aglomerações e ambientes fechados

    % lavar as mãos com sabonete

    % lavar as mãos com álcool gel

    % evitar pó ou poeira

    % consulta médica periódica

    % evitar contato com poluição

  • " Uma única dose da vacina de gripe é suficiente para proteger a pessoa por toda a vida"
  • % discordaram da frase, que está errada. Ou seja, 25% está mal informado sobre a vacina

  • Principais sintomas da gripe e do resfriado: 2% não souberam especificar um único sintoma
  • % febre/calafrio

    % tosse

    % coriza

    % indisposição

  • Como é feito o diagnóstico das doenças?
  • Somente 2% acertaram não ser necessário nenhum exame complementar ao clínico, e 36% dos entrevistados não souberam responder

    % sugeriram a escuta do pulmão

    % raio-x

    % teste do escarro (utilizado no diagnóstico da tuberculose)

    Também foram citados tomografia, espirometria, broncoscopia e exames de sangue

  • Tratamento: Automedicação foi relatada por 43%, que tomam antigripais, antitérmicos, analgésicos ou injeções por conta própria. Também houve 39% de citações de adoção de receitas caseiras, como sopas, chás, mel ou xaropes artesanais. Mas do total, 19% afirmam que consultam um médico. [m8]
  • Pneumologista e outros especialistas: 29% não sabem a qual [m9] médico recorrer no caso de gripe
  • % iriam a um clínico geral

    % pneumologista

    % otorrinolaringologista

    % infectologista

    % alergista

  • Nos últimos 12 meses, 66% os brasileiros contraíram, em média, 1,7 gripes ou resfriados[m10] (24% uma vez, 20% duas vezes, 10% três vezes, 4% quatro vezes, 3% cinco vezes, 1% seis vezes e 3% sete vezes ou mais) com maior prevalência entre os jovens de 16 a 24 anos
  • Entre os 19% que[m11] afirmam consultar um médico no caso de gripe ou resfriado, nos últimos 12 meses:
  • % não foram ao médico nenhuma vez

    % foram uma vez

    % duas vezes

    % três vezes

    % quatro vezes

    % cinco vezes ou mais

    A procura foi maior na classe A e menor na região Nordeste. Ainda entre os que consultam um médico em caso de gripe ou resfriado, 78[m12] % foram a um clínico geral, especialmente na região Sul, e entre os de 25 a 34 anos.

    *Segundo a SBPT os dados não estão necessariamente corretos. Apenas refletem a opinião dos entrevistados

    Fonte: Isaude.net
       Palavras-chave:   Gripe    Resfriado    Pesquisa    SBPT    Datafolha    Pesquisa   
    • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
    • Indique esta NotíciaCorrigir
    • CompartilharCompartilhar
    • AlertaAlerta
    Link reduzido: 
    • Você está indicando a notícia:
    • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

    • Você está informando uma correção para a matéria:


    Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
    Seu nome:
    Seu email:
    Desejo receber um alerta com estes assuntos:
    Gripe    Resfriado    Pesquisa    SBPT    Datafolha    pesquisa   
    Comentários:
    Comentar
    Deixe seu comentário
    Fechar
    (Campos obrigatórios estão marcados com um *)

    (O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

    Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

    • Twitter iSaúde
    publicidade
    Jornal Informe Saúde

    Indique o portal
    Fechar [X]
    • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
    • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

    RSS notícias do portal  iSaúde.net
    Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
    Indique o portal iSaúde.net
    Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
    Receba notícias com assunto de seu interesse.
    © 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.