Ciência e Tecnologia
publicado em 17/08/2010 às 22h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, juntamente com colaboradores da Bélgica, demonstraram que células-tronco adultas "racionalmente guiadas" podem efetivamente curar, reparar e regenerar o tecido cardíaco danificado.

As células-tronco isoladas de pacientes normalmente têm uma capacidade limitada para reparar o coração. Esta tecnologia inovadora impulsiona o benefício regenerativo das células-tronco adultas para adquirirem um perfil como o do tecido cardíaco. Condicionadas por um coquetel de fatores de crescimento cardiogênicos recombinantes, as células-tronco mesenquimais (CTMs), colhidas da medula óssea de alguns pacientes com doença arterial coronariana, mostraram benefícios funcionais e estruturais superiores, sem efeitos colaterais adversos ao longo de um 1 ano de seguimento em um modelo de insuficiência cardíaca.

"Estes resultados fornecem a prova do princípio de que células-tronco adultas "inteligentes" têm maior benefício para reparar o coração, provendo a base para mais avaliações clínicas", disse o investigador sênior do estudo, Andre Terzic.

"O sucesso no uso da linhagem de células-tronco humanas "racionalmente guiadas" se baseia em pistas cardiogênicas naturais", acrescentou o primeiro autor do estudo, Atta Behfar.

O potencial em longo prazo dos resultados inclui o desenvolvimento de uma terapia da medicina regenerativa eficaz para pacientes com insuficiência cardíaca crônica.

Os pesquisadores obtiveram células derivadas da medula óssea de pacientes com doença cardíaca submetidos a cirurgia de revascularização. Teste dessas células-tronco revelaram que as células de dois dos 11 indivíduos apresentaram uma capacidade incomum para o reparo do coração. Estas células raras demonstraram uma regulação de fatores de transcrição genética que ajudou a detectar uma assinatura molecular para identificar as células-tronco altamente regenerativas. O coquetel cardiogênico foi então usado para induzir essa assinatura em células-tronco não-reparadoras do paciente para programarem a sua capacidade de reparar o coração.

Os modelos do rato com insuficiência cardíaca, injetados com essas células, demonstraram uma recuperação significativa da função cardíaca, juntamente com a melhoria da taxa de sobrevivência depois de um ano, em comparação com aqueles tratados com células-tronco não guiadas.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
células-tronco adultas    tecido cardíaco danificado    insuficiência cardíaca    Andre Terzic    Clínica Mayo   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.