Geral
20.06.2010

Mais de 400 municípios de MG são capacitados pelo Conselho Regional de Farmácia

Profissionais participam de troca de experiências sobre o melhor acesso e uso racional de medicamentos

Foto: André Brant/SES MG
De acordo com o Superintendente de Assistência Farmacêutica da SES, Augusto Guerra, os desafios existem, mas os esforços para organização da rede a fim de garantir melhor acesso e uso racional de medica
De acordo com o Superintendente de Assistência Farmacêutica da SES, Augusto Guerra, os desafios existem, mas os esforços para organização da rede a fim de garantir melhor acesso e uso racional de medica

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES), em parceria com o Conselho Regional de Farmácia realizou, na semana passada, o II Seminário Rede Farmácia de Minas, com a participação de aproximadamente 400 municípios mineiros, com o objetivo de capacitar os farmacêuticos que integram o programa Farmácia de Minas, implantado em municípios com população máxima de 30 mil habitantes, para possibilitar a troca de experiências e o aprimoramento do cuidado farmacêutico.

De acordo com o superintendente de Assistência Farmacêutica da SES, Augusto Guerra, "os desafios existem, mas os esforços para organização da rede a fim de garantir melhor acesso e uso racional de medicamentos vem sendo realizados. A proposta é estreitar o contato e humanizar o atendimento prestado pelo farmacêutico. O sucesso de um tratamento não depende apenas do medicamento, mas também da relação de confiança que se estabelece entre o paciente e as pessoas que o atendem" , destacou.

A Rede é a definição de um novo modelo de assistência farmacêutica no SUS, onde a farmácia é reconhecida como estabelecimento de saúde e referência na prestação de serviços farmacêuticos para a população. Em Minas Gerais, o sistema já foi implantado em 67 cidades com população estimada em 10 mil habitantes, com investimentos na ordem de R$ 7 milhões. O incentivo inclui recursos para a montagem das farmácias, adequação de área física e equipamentos, custeio mensal de profissionais de saúde, farmacêuticos e atendentes de farmácia.

Fonte: Isaude.net