Ciência e Tecnologia
20.05.2010

Consumo excessivo de álcool aumenta o risco de câncer pancreático nos homens

Pacientes do sexo masculino que consumiram mais álcool aumentaram o risco de câncer pancreático de 1,5 a 6 vezes

Segundo uma pesquisa realizada na Universidade do Sudeste do Texas, o consumo excessivo de álcool pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em homens. Os pesquisadores descobriram que, quanto mais um homem consome álcool, maior será seu risco de desenvolver a doença em comparação com aqueles que bebem pouco ou nenhum álcool.

"Se essa relação continuar a ser confirmada, a redução do consumo de álcool pesado e de bebedeira pode ser mais importante do que já sabemos", disse o autor do estudo, Samir Gupta.

Os pesquisadores descobriram que homens que consumiram álcool aumentaram o risco de câncer pancreático em 1,5 a 6 vezes em comparação com aqueles que não consumiram a substância ou que consumiram em menos quantidade. O aumento do risco depende da quantidade e frequência de consumo de álcool. Os pesquisadores descobriram que o risco era maior, não importa quando no passado ocorreu o consumo em demasia.

" Nós não encontramos a associação entre as mulheres, possivelmente devido à menor proporção de mulheres que relataram consumo excessivo de álcool, disse Gupta.

Segundo Grupta estudos anteriores, inconsistentes, ligaram o álcool ao câncer pancreático, mas este estudo é diferente, porque os pesquisadores coletaram informações mais detalhadas sobre o consumo excessivo de álcool de outros estudos e foram capazes de analisar múltiplos dados de fatores, que anteriormente não tinham sido analisadas em detalhes.

No estudo atual, os investigadores usaram questionários estruturados para entrevistar pacientes com câncer pancreático na área de San Francisco, diagnosticados entre 1995 e 1999 e compararam estes resultados com os dos participantes do grupo controle pareados por sexo, idade e município de residência.

Cerca de 50 % dos participantes do estudo eram homens, 83% deles eram brancos, e a maioria deles tinha peso normal, com alguma educação universitária.

" Mais pesquisa é necessária para compreender as diferenças no risco de câncer pancreático entre homens e mulheres, e para entender por que o uso abusivo de álcool pode aumentar o risco da doença em pacientes do sexo masculino" , concluiu o pesquisador.

Fonte: Isaude.net