Saúde Pública
23.12.2009

Uso indiscriminado de medicamentos leva celebridades à morte

O caso mais recente foi da atriz Brittany Murphy (EUA). Polícia encontrou diversos frascos de medicamentos controlados em sua casa

Foto: Divulgação/Wikimedia
A atriz Brittany Murphy, que morreu em decorrência de infarto. Especialistas suspeitam que o uso abusivo de hidrocodona, associado ao paracetamol, poderia ter causado a parada cardíaca na jovem
A atriz Brittany Murphy, que morreu em decorrência de infarto. Especialistas suspeitam que o uso abusivo de hidrocodona, associado ao paracetamol, poderia ter causado a parada cardíaca na jovem

A atriz Brittany Murphy, que morreu no último domingo (20), vítima de de parada cardíaca, levantou novamente a discussão sobre o abuso de medicamentos. Vários artistas norte-americanos morreram recentemente devido ao uso excessivo de remédios. O caso mais recente, foi do cantor Michael Jackson, em junho deste ano, também vítima de parada cardíaca. Jackson era dependente do poderoso analgésico Demerol.

No que diz respeito à morte de Brittany, os rumores são de que a anorexia pode ter sido uma das causas, porém, o site de celebridades norte-americano TMZ, informou que a atriz tomava, há vários dias, remédio contra a gripe e que havia receitas médicas em sua casa.

De acordo com nota divulgada pela polícia de Los Angeles, foram encontrados frascos vazios de remédios controlados no nome da atriz. Ainda segundo a polícia, entre os remédios estavam analgésicos, ansiolíticos, antidepressivos e antibióticos, além de medicamentos usados no tratamento de diabetes e hipertensão.

A dependência química entre personalidades do meio artístico é antiga, nos EUA, recentemente, a atriz Ana Nicole Smith foi vítima de uma combinação letal de drogas psicoativas. Nomes como Heath Ledger, Elvis Presley e Marilyn Monroe também engrossam esta lista.

Fonte: Isaude.net