Saúde Pública
26.03.2019

Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose será reinstalada

Objetivoé combater o preconceito contra a doença e conscientizar a população sobre importância do diagnóstico e do tratamento

Será reinstalada nesta terça-feira (26), na Câmara, a Frente Parlamentar pela Luta contra a Tuberculose. O objetivo da frente parlamentar é combater o preconceito contra a doença e conscientizar a população sobre importância do diagnóstico e do tratamento adequado.

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer órgãos como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença mata, diariamente, quase 4.500 pessoas no mundo e permanece com o status de doença infecciosa mais mortal do mundo. No Brasil, são cerca de 4,7 mil mortes todos os anos.

Para o deputado Antônio Brito (PSD-BA), coordenador do grupo, o principal problema no combate à tuberculose é que, como o tratamento é longo (dura seis meses e é realizado na rede pública de saúde por meio de comprimidos diários), muitos pacientes abandonam os antibióticos, criando resistência aos medicamentos no caso de uma nova infecção.

Ainda segundo o deputado, as populações mais vulneráveis são os moradores de rua, os presos, os indígenas e portadores de HIV.

A evento de relançamento da frente parlamentar está previsto para as 17 horas, no plenário 7.

Fonte: AGÊNCIA CÂMARA