Saúde Pública
02.10.2013

OMS quer R$ 250 milhões/ano para acabar com tuberculose infantil

Os números fazem parte do novo "Guia para a tuberculose infantil: em direção a zero mortes", lançado nesta terça-feira

Foto: ONU
São necessários US$ 120 milhões por ano para equalizar o problema de saúde pública com a tuberculose
São necessários US$ 120 milhões por ano para equalizar o problema de saúde pública com a tuberculose

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou, nesta terça-feira (01), os números da nova campanha que tem por objetivo acabar com as mortes de crianças causadas por tuberculose.

De acordo com a agência, são necessários US$ 120 milhões (mais de R$ 250 milhões) por ano para equalizar o problema de saúde pública em todo mundo.

Segundo as agência da ONU, o novo plano baseia-se em dados mais recentes sobre a doença, e identifica ações claras para prevenir as mortes infantis.

O "Guia para a tuberculose infantil: em direção a zero mortes", destaca a necessidade de organizar formações sobre a doença na infância, além de incorporar uma educação contínua sobre a tuberculose e a coinfecção TB / HIV.

A nível global, o roteiro recomenda 10 ações, que levem em conta as necessidades de crianças e adolescentes nas pesquisas e no desenvolvimento de políticas e práticas clínicas sobre a tuberculose.

O documento também pede a melhoria na coleta de dados e nas medidas preventivas, além de destacar a necessidade de melhor formação dos profissionais de saúde.

Quase 80 mil mortes por ano

Diariamente, 200 crianças com menos de 15 anos morrem desnecessariamente por causa de uma doença que poderia ser evitada e curada. No total, são registradas 74 mil mortes todos os anos.

De acordo com a OMS cerca de um em cada 10 casos de tuberculose no mundo ocorre entre os menores, mas considera-se que o número possa ser ainda maior porque muitas crianças simplesmente não são diagnosticadas.

A África do Sul, a Etiópia e a República Democrática do Congo estão entre os sete países que, juntos, representam 64% do fardo global da tuberculose na infância. No grupo, estão também Índia, Indonésia, Paquistão e Bangladesh.

Conheça as 10 ações do programa

Fonte: Isaude.net