Ciência e Tecnologia
23.09.2013

Cientistas afirmam estar mais perto de uma vacina universal contra gripe

"Os resultados sugerem que incetivando a produção de células T CD8, poderemos criar uma vacina contra todas as cepas de gripe"

Pesquisadores do Imperial College de Londres afirmam estar mais perto de vacina universal contra a gripe .

A pesquisa que teve como base a epidemia de gripe suina de 2009 possibilitou estudar como algumas pessoas conseguem resistir às formas mais graves da doença.

Os estudos acompanharam a evolução de 342 funcionários e alunos do Imperial College durante a epidemia de 2009 e ao longo das próximas duas temporadas de gripe.

Os resultados mostraram que os pacientes que conseguiram evitar as formas mais graves da doença tinham mais células T CD8. "Acreditamos que uma vacina que estimule o corpo a produzir mais células T possa ser eficaz na prevenção de vírus da gripe. Novas cepas de gripe aparecem a cada ano. Algumas são mortais. Nossa saída é a criação de uma vacina universal que seria eficaz contra todas as cepas de gripe," afirmou Ajit Lalvani, líder do estudo.

A vacinas produzidas atualmente usam os anticorpos do sistema imunitário que reconhecem estruturas na superfície do vírus para prevenir a infecção com as estirpes circulantes mais prevalentes. Mas estas vacinas precisam ser mudadas a cada ano, com o aparecimento de novos vírus.

Segundo o professor Lalvani, o sistema imunológico produz essas células T CD8 em resposta à gripe sazonal habitual. Ao contrário dos anticorpos, eles têm como alvo o núcleo do vírus. "Nossos resultados sugerem que, fazendo o corpo a produzir mais esse tipo específico de célula T CD8, possamos proteger as pessoas contra a doença sintomática. Isto fornece o modelo para o desenvolvimento de uma vacina universal contra a gripe.

Nós já sabemos como estimular o sistema imunológico para produção das células T CD8 por vacinação. Agora que sabemos que estas células T podem proteger, nós podemos projetar uma vacina para prevenir os sintomos da doença, além de diminuir a transmissão. Isso poderia reduzir a gripe sazonal e proteger as pessoas contra pandemias futuras.

Fonte: Isaude.net