Profissão Saúde
20.09.2013

Profissionais estrangeiros do Mais Médicos visitam o Rio Imagem

Os médicos atuam na Atenção Básica no Rio, Belford Roxo, Queimados, Duque de Caxias, Itaguaí, Japeri e Paracambi

Foto: Mauricio Bazilio/SECOM RJ
Doze médicos estrangeiros que chegaram ao Rio para integrar o Mais Médicos visitam o Centro de Diagnóstico por imagem do Governo do Estado, o Rio Imagem.
Doze médicos estrangeiros que chegaram ao Rio para integrar o Mais Médicos visitam o Centro de Diagnóstico por imagem do Governo do Estado, o Rio Imagem.

Doze médicos estrangeiros que chegaram ao Rio de Janeiro para fazer parte do programa federal Mais Médicos visitaram, nesta quinta-feira (19), o Centro de Diagnóstico por Imagem do Governo do Estado, conhecido como Rio Imagem. Vindos de diversos países, como Espanha, Portugal, Holanda, Reino Unido, Venezuela e Argentina, os profissionais estão passando por uma semana de capacitações sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde. O cronograma de oficinas e visitas a unidades de saúde foi elaborado pela Subsecretaria de Atenção à Saúde do Governo estadual, em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems).

"Estamos oferecendo palestras com médicos e professores universitários para que os profissionais estrangeiros conheçam a realidade do nosso estado, o funcionamento das unidades de saúde e também tenham oportunidade de tirar dúvidas com quem tem experiência. Eles também conheceram as instalações dos hospitais da Mãe, da Mulher e da Criança. O papel do Estado é mediar as relações desses profissionais com os municípios e o Governo Federal," disse a superintendente de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Andrea Mello.

Os médicos estrangeiros, que já falam português, vão atuar na Atenção Básica dos municípios do Rio, Belford Roxo, Queimados, Duque de Caxias, Itaguaí, Japeri e Paracambi, e deverão assumir seus postos a partir da próxima segunda-feira. Nesta primeira fase do programa nacional, o estado do Rio receberá 72 médicos, sendo 60 profissionais brasileiros, que já começaram a atuar.

"Os doze médicos estrangeiros fizeram um curso de 21 dias para conhecer toda a estrutura do SUS, incluindo os protocolos clínicos e terapêuticos adotados no país, e as relações do sistema. Por isso, é importante que façam visitas de campo e conheçam a estrutura estadual de saúde, como por exemplo, o Rio Imagem, que receberá muitos de seus pacientes. Esses profissionais serão encaminhados para áreas periféricas da capital fluminense e também para municípios da Região Metropolitana do Rio que são áreas muito carentes de médicos - afirmou o secretário de GestãoEstratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro.

De origem espanhola, a médica Amaya Foces - que vai atuar em Itaguaí - não escondia a ansiedade para começar a ajudar a população do município.

Tenho ótima formação profissional e muita experiência na área de saúde da família, então tenho condições de ajudar pessoas carentes do Estado. Quero conhecer a cultura da população e dialogar com os pacientes. Estou muito entusiasmada com essa oportunidade - disse a médica, que também já trabalhou na Inglaterra

Fonte: Isaude.net