Ciência e Tecnologia
24.08.2013

Máscara respiratória para crises epiléticas em 20 segundos

Equipamento tem potencial para prevenir e conter as crises convulsivas apenas através da regulação da respiração

Foto: Aarhus University
Máscara respiratória será testada em pacientes com doença epiléptica
Máscara respiratória será testada em pacientes com doença epiléptica

Pesquisadores da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, desenvolveram uma máscara respiratória que pode revolucionar o tratamento de crises epilépticas.

O equipamento tem potencial para prevenir e conter as crises epilépticas apenas através da regulação da respiração.

A máscara respiratória, desenvolvida pelo estudante de doutorado Troels Johansen, vai, agora, ser testada em pacientes com doença epiléptica.

De acordo com os pesquisadores, a máscara tem potencial para parar um ataque epiléptico em 20 segundos, enquanto outras drogas levam até 5 a 10 minutos antes de funcionar.

Por meio de um saco de re-inalação e uma membrana especial, a máscara aumenta a quantidade de dióxido de carbono no ar inalado, sem que o paciente fique sem oxigênio. Isto tem um efeito imediato sobre o sistema nervoso e para o ataque epiléptico. Porque quanto mais convulsões, maior o risco de danos.

A máscara respiratória, chamada BalancAir, recebeu um prêmio por causa de seu grande potencial.

"O júri salientou que é um produto inovador, que é único no tratamento desta doença e, portanto, tem um enorme potencial de mercado", afirma Johansen.

A máscara está prestes a ser testada clinicamente em colaboração do Aarhus University Hospital em um grupo de pacientes com diferentes tipos de epilepsia.

Fonte: Isaude.net