Profissão Saúde
15.07.2013

Médicos voltam às ruas nesta terça-feira para protestar contra o governo

Segundo as entidades que representam a classe, os protestos são contra "as sucessivas agressões do governo federal"

Foto: CREMESP
Médicos durante mobilização na Avenida Paulista em São Paulo.
Médicos durante mobilização na Avenida Paulista em São Paulo.

Médicos de todo o país voltarão às ruas nesta terça-feira (16) para protestar contra "as sucessivas agressões do governo federal à categoria." Em mensagem enviada aos médicos, as entidades médicas nacionais Conselho Federal de Medicina (CFM), Associação Médica Brasileira (AMB), Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR) e Federação Nacional dos Médicos (Fenam) pedem a união e o apoio dos profissionais para " impedir que a irresponsabilidade de alguns comprometa o futuro de todos" .

" Apesar das últimas notícias, os médicos devem se manter motivados e, mais do que nunca, mobilizados e unidos em prol de causas comuns. É preciso agir com prudência e de forma estratégica, escolhendo os alvos e as melhores oportunidades" , orientam as entidades médicas nacionais. Pelo menos 12 Estados já anunciaram suas programações para esta semana confira abaixo.

Pauta única Para os médicos, os vetos da Presidência da República ao Projeto de Lei 268/2002, que regulamenta o exercício da Medicina, representou nova agressão aos médicos e à saúde do país. Após 12 anos de tramitação e aprovação unânime na Câmara dos Deputados e no Senado, o Poder Executivo jogou por terra acordos e consensos firmados em dezenas de reuniões e audiências. O esforço da categoria, agora, estará concentrado no resgate ao texto original no Legislativo.

A decisão presidencial também reforçou o sentimento de indignação da categoria, gerado pela edição arbitrária da Medida Provisória 621/2013, que instituiu o programa " Mais Médicos" . De acordo com as lideranças médicas, esse pacote prejudica a Medicina, a qualidade da assistência e ainda coloca em risco a vida dos brasileiros.

Na carta enviada aos médicos, as entidades nacionais orientaram os profissionais a manterem o bom atendimento à população, " que de forma alguma deve ser punida pelos erros da gestão" . Também conclamam a categoria para que, de forma pacífica e criativa, participem e atendam as orientações das entidades médicas de cada Estado.

Veja o que esta agendado para a manifestação

Alagoas: Assembleia Geral de Médicos, às 19 horas, no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado Rua Fausto Correia Wanderley, nº 90, Pinheiro, Maceió/AL.

Amapá: Assembleia Geral de Médicos, às 19 horas, no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado Avenida Feliciano Coelho, n° 1060, Trem, Macapá/AL.

Amazonas: Ato público no Largo São Sebastião, no centro da capital, às 16 horas. Uma Assembleia Geral de Médicos também está prevista para esta segunda-feira (15), às 19 horas, no auditório do Sindicato dos Bancários e União Geral dos Trabalhadores Avenida Leonardo Malcher, n° 762, Centro, Manaus/AM.

Bahia: Manifestação em frente à Escola de Medicina da Universidade Federal da Bahia, no Terreiro de Jesus. No dia 23 deste mês, está prevista ainda uma caminhada na região do Iguatemi, a partir das 14 horas. Uma Assembleia Geral de Médicos também está prevista para esta segunda-feira (15), às 19 horas, na sede da Associação Baiana de Medicina Rua Baependi, nº 162, Ondina, Salvador/BA.

Distrito Federal: Às 15 horas, manifestação com concentração em frente à sede do Conselho Regional de Medicina do DF SRTVS Quadra 701, Centro Empresarial Assis Chateaubriand, Bloco II. De lá, seguirão em caminhada cívica até o Congresso Nacional.

Maranhão: Às 9 horas, manifestação com concentração em frente à sede do Conselho Regional de Medicina do Estado Rua Carutapera, Quadra.37b, n° 02, Jardim Renascença, São Luis/MA.

Mato Grosso: Assembleia Geral de Médicos, às 18 horas, na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado Rua E, sem nº, Centro Politico Administrativo, Cuiabá/MT.

Paraná: Assembleia Geral de Médicos, às 19 horas, na sede da Associação Médica do Estado Rua Cândido Xavier, nº 575, Água Verde, Curitiba/PR.

Rio de Janeiro: Passeata com concentração na Cinelândia, a partir das 16 horas.

Rio Grande do Sul: Às 14 horas, passeada com concentração em frente ao Hospital da Beneficência Avenida Independência, nº 270, Independência, Porto Alegre/RS. De lá, os participantes seguirão em caminhada até a Prefeitura Municipal.

São Paulo: Às 16 horas, as entidades médicas locais concederão coletiva de imprensa na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado Rua da Consolação, nº 753, Centro, São Paulo/SP. Em seguida, haverá concentração de médicos e estudantes de medicina na Praça Roosevelt.

Sergipe: Assembleia Geral de Médicos, às 8 horas, na sede da Sociedade Médica do Estado Rua Guilhermino Resende, nº 426, São José, Aracaju/SE.

Fonte: CFM