Saúde Pública
06.07.2013

Todo ano, cerca de 3,2 milhões de europeus sofrem com infecção hospitalar

Maior estudo do tipo já realizado no continente criou um banco de dados que está disponível para consultas na Internet

Todos os dias 80 mil europeus lutam contra infecções adquiridas em hospitais. Condição que atinge um em cada 18 pacientes, totalizando cerca de 3,2 milhões de infectados por ano, mostrou o maior estudo do tipo já realizado no continente, desenvolvido pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC).

O levantamento foi realizado em mais de 1 mil hospitais em 30 países europeus, a pesquisa fornece o banco de dados mais abrangente, e disponível on line, sobre infecções hospitalares e por uso de antimicrobianos em hospitais europeus de cuidados intensivos.

Os tipos mais comuns de infecções levantadas pelo estudo foram as infecções do trato respiratório, em Sítio Cirúrgico (ISC), do trato urinário e da corrente sanguínea. Cerca de um a cada três pacientes adquire pelo menos um agente antimicrobiano todos os dia nos hospitais europeus.

O relatório incluiu dados informações sobre os microrganismos mais encontrados e a frequencia com que são encontrados, as indicações de antimicrobianos e os procedimentos de controle de infecção mais usados nestes hospitais. Mostra, ainda, que a prevalência de infecções hospitalares é a mais alta entre os pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

De acordo com Marc Sprenger, diretor do ECDC "Muitas destas infecções poderiam ser evitadas através de um trabalho de prevenção e programas de controle. Tais programas, bem como o uso prudente de antibióticos, vai ajudar a todos os atores envolvidos a proteger os pacientes dos hospitais europeus."

Veja a integra da pesquisa

Fonte: Isaude.net