Geral
08.06.2013

Sensação de tristeza reduz capacidade de detectar gordura nos alimentos

Pesquisa sugere que reações emocionais podem fazer as pessoas perceberem sabor dos alimentos de forma diferente

Foto: Ned White/Istockphoto
Estudo revela que nossas emoções podem nos fazer perceber o sabor dos alimentos de forma diferente
Estudo revela que nossas emoções podem nos fazer perceber o sabor dos alimentos de forma diferente

Pessoas que são muito emocionais são menos capazes de detectar a gordura nos alimentos. É o que revela estudo de pesquisadores da Universidade de Würzburg, na Alemanha.

A pesquisa sugere que as nossas emoções podem nos fazer perceber o sabor dos alimentos de forma diferente, nos tornando menos capazes de registrar a quantidade de gordura que estamos comendo.

Segundo os pesquisadores, quando as pessoas estão particularmente felizes ou tristes elas são mais capazes de detectar sabores amargos, doces e salgados.

A equipe de pesquisa pediu a um grupo de voluntários que saboreasse uma variedade de bebidas cremosas contendo diferentes níveis de gordura.

Antes de participar da degustação, no entanto, eles assistiram três diferentes clipes de vídeo, um que mostra uma cena feliz, outro com uma cena triste e outro uma cena chata.

Os resultados mostraram que o vídeo chato não teve influência no paladar dos participantes. No entanto, depois de assistir os vídeos que retratavam uma emoção, os voluntários foram menos capazes de detectar se as bebidas eram ricas em gordura ou não.

O coautor da pesquisa Paul Breslin afirmou ter ficado surpreso ao descobrir que reações emocionais tornam pessoas menos capazes a detectar gordura, enquanto que a capacidade de perceber os outros sabores aumentou.

Segundo Breslin essas descobertas se encaixam com outras que implicam que as pessoas que sofrem de depressão são menos capazes de detectar os níveis de gordura na sua alimentação.

Veja mais detalhes sobre etsa pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net