Ciência e Tecnologia
10.05.2013

Equipe dos EUA desenvolve alternativa à cirurgia bariátrica

Técnica usa cateter para redirecionar fluxo da bile no organismo, produzindo os mesmos benefícios metabólicos das cirurgias

Foto: Nationwide Children's Hospital
Cirurgia bariátrica tem se tornado uma importante opção terapêutica para a obesidade mórbida
Cirurgia bariátrica tem se tornado uma importante opção terapêutica para a obesidade mórbida

Um procedimento experimental testado com sucesso em ratos de laboratório obesos pode fornecer uma alternativa menos invasiva à cirurgia bariátrica para perda de peso. É o que afirmam pesquisadores do Cincinnati Children's Hospital Medical Center, nos EUA.

A nova alternativa consiste no uso de um cateter para redirecionar o fluxo da bile do ducto biliar para o intestino delgado, produzindo os mesmos benefícios metabólicos e de perda de peso das cirurgias bariátricas.

A técnica recebeu o nome de desvio da bile.

"Isso pode levar a novas formas de tratar doenças relacionadas com a obesidade. Nossos resultados fornecem evidências convincentes de que a manipulação de ácidos biliares é suficiente para recriar os efeitos principais de procedimentos bariátricos, incluindo o bypass gástrico, e pode ser especialmente benéfico para as pessoas com disfunção hepática relacionada com a obesidade", afirma o investigador principal Rohit Kohli.

Os resultados foram publicados na revista Endocrinology.

A cirurgia bariátrica tem se tornado uma importante opção terapêutica para a obesidade mórbida e doença hepática gordurosa não alcoólica. Cirurgia de bypass gástrico está associado à perda de peso sustentada e redução da mortalidade global em pacientes. Ainda assim, o procedimento invasivo, que envolve a alteração da anatomia gastrointestinal dos pacientes, também vem com riscos médicos.

Os médicos também não compreendem plenamente os mecanismos biológicos que produzem os benefícios pós-cirúrgicos de procedimentos como bypass gástrico. Teoriza-se que os níveis elevados de ácidos biliares detectados no sangue de pacientes desencadeiam processos moleculares que podem ajudar a melhorar o metabolismo e o gasto de energia.

Kohli e seus colegas trabalharam a partir da hipótese de que o desvio de ácido biliar em ratos obesos iria recriar os benefícios da cirurgia bariátrica.

Ratos do sexo masculino com obesidade induzida por dieta receberam ou o procedimento de desvio biliar ou uma cirurgia simulada em que o ducto biliar foi dissecado. Um terceiro grupo de animais que não foi submetido à cirurgia, foi utilizado como um grupo de controle experimental.

Os pesquisadores então compararam os efeitos metabólicos das duas intervenções e da não intervenção nos três grupos durante cinco semanas.

Os ratos submetidos ao desvio biliar tinham níveis elevados de ácidos biliares no sangue, e exibiram maior perda de peso, diminuição da massa gorda, melhor tolerância à glicose e redução de gordura no fígado. Essas características não foram observadas nos outros dois grupos.

Segundo Kohli, os pesquisadores vão usar suas descobertas para explorar ainda mais como o desvio da bile leva à melhoria metabólica e perda de peso. O objetivo da equipe é desenvolver agentes terapêuticos que possam produzir os mesmos benefícios que a cirurgia bariátrica sem que os pacientes tenham que passar pelos procedimentos cirúrgicos que alteram a anatomia intestinal.

Fonte: Isaude.net