Ciência e Tecnologia
24.04.2013

Nova ferramenta promete diagnóstico da malária em 15 minutos

Dispositivo utiliza nanotecnologia mais moderna para detectar infecções de malária com uma pequena amostra de sangue

Um projeto de pesquisa financiado pela União Europeia (UE) desenvolveu um dispositivo semelhante a um smartphone que pode diagnosticar infecções de malária em apenas 15 minutos.

A ferramenta utiliza a nanotecnologia mais moderna para detectar não apenas infecções de malária com uma pequena amostra de sangue, mas também qualquer resistência a remédios em um tempo muito curto.

Os membros do projeto, chamado "Nanomal", afirmam que o dispositivo pode ser enviado para países em desenvolvimento a partir de 2015, caso testes que começarão a ser feitos durante este ano tenham os resultados esperados.

"Metade da população mundial está em risco de malária e o diagnóstico rápido e preciso é essencial para combater a doença, assim como são novas vacinas, medicamentos e métodos para controlar sua propagação", afirma a Comissária europeia de Pesquisa, Inovação e Ciência, Máire Geoghegan-Quinn.

O projeto é liderado pela Universidade St George de Londres, que trabalha em conjunto com a empresa britânica especializada em diagnósticos e sequenciamento de DNA QuantuMDx e com equipes da Universidade alemã de Tübingen e o Instituto Karolinska da Suécia.

O dispositivo do protótipo destina-se a fornecer a mesma qualidade dos resultados de laboratório como a uma fracção do custo e do tempo, tornando-o ideal para utilização no campo prático. Ele permitirá que os médicos receitem combinações personalizadas de drogas antimaláricas para os pacientes.

O projeto foi criado em resposta a crescentes evidências de que o parasita da malária está em constante mutação para resistir às classes mais poderosas de medicamentos.

Veja mais detalhes sobre este projeto (em inglês).

Fonte: Isaude.net