Geral
24.04.2013

Vírus da estomatite infecta e mata células de melanoma humano

Terapia viral foi eficaz tanto in vitro quanto em modelos animais e mostrou pouca propensão para infectar células não cancerosas

Equipe de pesquisadores da Yale University School of Medicine, nos EUA, demonstrou que o vírus da estomatite vesicular (VSV) é altamente competente em encontrar, infectar e matar células de melanoma humano.

A terapia viral foi eficaz tanto in vitro quanto em modelos animais e mostrou pouca propensão para infectar células não cancerosas.

"Se ele funcionar tão bem em seres humanos, isso pode conferir um benefício substancial para pacientes que sofrem com esta doença mortal", afirma o pesquisador Anthony van den Pol.

A pesquisa foi publicada no Journal of Virology.

A maioria das células normais resiste à infecção do vírus, ativando processos antivirais que protegem as células próximas. "A hipótese de trabalho foi a de que uma vez que muitas células cancerosas apresentam uma deficiente capacidade para resistir a infecção por vírus, talvez um vírus de ação rápida, tal como VSV seria capaz de infectar e matar células cancerosas antes do vírus ser eliminado pelo sistema imunitário", explica van den Pol.

E, de fato, o vírus foi capaz de infectar seletivamente vários melanomas humanos mortais que haviam sido implantados em um modelo de rato, mas mostrou pouca infecciosidade para células normais de camundongos.

Muitos mecanismos diferentes estão envolvidos na imunidade inata, o tipo de imunidade que combate a infecção viral.

Van den Pol e seus colegas pretendem investigar quais mecanismos específicos estão ligados ao defeito nas células cancerosas, conhecimento que seria extremamente benéfico tanto na compreensão de como o câncer afeta a imunidade, e no reforço da capacidade de um vírus para atingir as células cancerosas.

Fonte: Isaude.net