Saúde Pública
15.04.2013

Autoridades da China confirmam 60 casos de infecção por H7N9

No domingo, município de Xangai registrou 24 novas infecções. Número total de mortos pela gripe chega a 13

O governo da China informou confirmou 11 novas infecções humanas pelo H7N9, elevando o número total de casos em todo o país a 60.

No domingo, o município de Xangai registrou 24 casos de infecção depois que três homens foram confirmados com a nova estirpe do vírus causador da gripe aviária. As informações são da agência Xinhua.

Esses três homens incluem um senhor de 73 anos, um homem de 54 anos de idade e um senhor de 78 anos de idade. Eles desenvolveram sintomas de febre no início deste mês e foram encaminhados ao hospital para tratamento.

Shanghai Municipal Health & Family Planning Commission confirmou, na tarde de sábado, que os três testaram positivo para o vírus da gripe aviária H7N9.

Vinte e cinco pessoas, que tiveram contato de perto com os três homens, estão em observação médica e nenhum deles ainda mostrou sintomas da gripe.

Enquanto isso, a cidade também informou duas mortes, no domingo, elevando o número de mortos do H7N9 no país para 13. Uma mulher de 67 anos de idade e um idoso de 77 anos de idade morreram no hospital na noite de sábado e na manhã de domingo, respectivamente.

De acordo com o Departamento de Saúde de Jiangsu, leste da China, um homem de 50 anos de idade e um de 26 anos foram confirmados como estando infectados com o vírus H7N9.

Na vizinha província de Zhejiang, de acordo com um comunicado do departamento provincial de saúde, quatro pessoas apresentaram resultado positivo para H7N9. E os quatro ainda estão em condições críticas.

A gripe aviária H7N9 se espalhou para Henan, província central da China e para a capital Pequim, no norte, depois que dois novos casos de infecção foram registrados na província de Henan, na manhã de domingo e uma criança foi confirmada com a nova cepa no sábado.

Agora, 60 casos de infecção humana pelo H7N9 foram relatados em todo o país, com 24, em Xangai, 16 em Jiangsu, 15 na província de Zhejiang, dois em Anhui, dois em Henan e um em Pequim. Das 60 pessoas infectadas, 13 morreram.

Fonte: Isaude.net