Ciência e Tecnologia
08.04.2013

Teste sanguíneo simples rastreia evolução de tumores em pacientes com câncer

O estudo acompanha, em tempo real, o desenvolvimento de resistência às drogas por mudanças no sangue dos pacientes

Foto: Stock Photo
Exame de sangue simples pode acompanhar desenvolvimento de resistência à drogas
Exame de sangue simples pode acompanhar desenvolvimento de resistência à drogas

Cientistas do Cancer Research UK desenvolveram uma nova forma de acompanhar o desenvolvimento dos tumores em tempo real e entender como ganham resistência às drogas rastreamento as mudanças no sangue dos pacientes.

O estudo utiliza vestígios do DNA tumoral circulante (ctDNA) encontrado no sangue para acompanhar as mudanças durante os tratamentos de quimioterapia .

Nesta primeira fase, foram acompanhados, durante dois anos, seis pacientes com câncer avançado do ovário, mama e pulmão. Observando as mudanças no ctDNA antes e depois de cada ciclo de tratamento, eles foram capazes de identificar quais as alterações no DNA do tumor estavam ligadas à resistência à droga após cada sessão de tratamento.

Usando este novo método os cientistas foram capazes de identificar várias alterações relacionadas com resistência a drogas em resposta à quimioterapia com drogas como paclitaxel (taxol), utilizada para tratar os câncer da mama, ovário e pulmão; tamoxifeno, usado para tratar câncer da mama e transtuzumab (Herceptin), que é utilizado para tratar câncer da mama HER2.

Um dos responsáveis pelo estudo, Nitzan Rosenfeld, disse que os tumores estão constantemente mudando e evoluindo o que ajuda no desenvolvimento de resistência a muitas das drogas usadas no tratamento do câncer. " Esperamos que nossas descobertas possam abrir caminho para ajudar a entender como os cânceres desenvolvem resistência aos medicamentos, bem como identificar os novos alvos potenciais para criação de novas drogas.

Veja o Abstract do estudo

Fonte: CANCER RESEARCH UK