Geral
04.04.2013

Técnica de radioterapia elimina câncer sem causar efeitos colaterais

Terapia de captura de nêutrons pelo boro ataca seletivamente as células cancerosas sem causar danos ao tecido vizinho saudável

Foto: Ryan K Morris/National Science & Technology Medals Foundation
M. Frederick Hawthorne recebe a Medalha Nacional de Ciência do presidente Barack Obama na Casa Branca
M. Frederick Hawthorne recebe a Medalha Nacional de Ciência do presidente Barack Obama na Casa Branca

Cientistas da Universidade de Missouri, nos EUA, desenvolveram uma nova forma de radioterapia capaz de colocar o câncer em remissão sem causar nenhum dos efeitos colaterais do tratamento convencional.

Abordagem ataca seletivamente as células cancerosas sem causar danos ao tecido vizinho saudável.

"Desde 1930, os cientistas têm procurado obter sucesso com um tratamento de câncer conhecida como terapia de captura de nêutrons pelo boro (BNCT). Nossa equipe finalmente encontrou o caminho para fazer BNCT trabalhar aproveitando a biologia de uma célula cancerosa por meio da nanoquímica", afirma M. Frederick Hawthorne, vencedor da Medalha Nacional de Ciência concedida pelo presidente Barack Obama na Casa Branca.

As células cancerosas crescem mais rapidamente do que as células normais e no processo absorvem mais material do que as células normais. A equipe de Hawthorne aproveitou desse fato fazendo com que as células cancerosas absorvessem e armazenassem um produto químico boro projetado por eles. Quando estas células cancerosas infundidas com boro foram expostas a nêutrons, o átomo de boro se quebrou e rasgou seletivamente as células cancerosas, poupando as células saudáveis vizinhas.

As propriedades físicas do boro tornaram a técnica possível. Uma forma particular de boro se divide quando ele captura um nêutron e lança lítio, hélio e energia. Como bolas de bilhar em torno de uma mesa de sinuca, os átomos de hélio e lítio penetram na célula cancerosa e a destroem por dentro sem prejudicar os tecidos circundantes.

"Uma ampla variedade de cânceres podem ser atacados com a nossa técnica BNCT. A técnica funcionou perfeitamente em camundongos. Estamos prontos para passar para testes em animais maiores, depois humanos. No entanto, antes que possamos começar a tratar os seres humanos, precisamos construir instalações e equipamento adequados", conclui Hawthorne.

Veja mais detalhes sobre esta pesquisa (em inglês).

Fonte: Isaude.net