Saúde Pública
03.04.2013

China confirma terceira morte por novo vírus da gripe aviária

Autoridades relataram ainda a ocorrência de um novo caso da doença, que eleva para nove o número de casos conhecidos

O governo da China anunciou mais uma morte devido à infecção pela nova cepa da gripe aviária, H7N9.

As autoridades relataram ainda a ocorrência de um novo caso da doença, elevando para nove o número de casos. As informações são da agência de notícias Xinhua.

Um cozinheiro de 38 anos ficou doente início do mês passado, enquanto trabalhava na província de Jiangsu, onde cinco outros dos casos foram encontrados.

Ele morreu no hospital na cidade de Hangzhou em 27 de março. Amostras deram positivo para a nova cepa H7N9 na quarta-feira.

O segundo paciente, também de Hangzhou, é um senhor de 67 anos que está sob tratamento. Segundo informações, nenhuma conexão entre os dois casos foi descoberta, e ninguém em contato próximo com qualquer paciente desenvolveu qualquer sintoma de gripe.

Dos sete outros casos da nova cepa, dois morreram e outros cinco estão em estado crítico no hospital em Nanjing.

O Ministério da Agricultura disse que ainda tem que encontrar os animais infectados com o H7N9, embora acrescente que pode ser possível que ele tenha sido trazido para a China por aves migratórias.

A Organização Mundial de Saúde afirmou nesta segunda-feira que os três primeiros casos não haviam mostrado nenhuma evidência de transmissão humana, mas que não havia dúvidas sobre a origem da infecção e o modo de transmissão.

China intensificou o nível de alerta e disse que está sendo transparente em lidar com o surto.

Fonte: Isaude.net