Ciência e Tecnologia
29.03.2013

Aplicativo transforma telefone celular em aparelho auditivo

BioAid replica as complexidades do ouvido humano e permite ao usuário ajustar configurações conforme sua necessidade

Foto: University of Essex
Wendy Lecluyse e Nick Clark usando o equipamento de teste BioAid
Wendy Lecluyse e Nick Clark usando o equipamento de teste BioAid

Pesquisadores da Universidade de Essex, no Reino Unido, desenvolveram um aplicativo gratuito que transforma um iPhone ou iPod em um aparelho auditivo.

Ao contrário de aparelhos auditivos padrão que simplesmente amplificam todos os sons, o aplicativo BioAid é inspirado na biologia e replica as complexidades do ouvido humano. Ele coloca o usuário no controle, está disponível para qualquer pessoa em qualquer lugar sem a necessidade de um teste de audição e, potencialmente, é a chave para um futuro onde auxiliares auditivos minúsculos poderão ser ajustados remotamente.

BioAid, que está disponível no iTunes, foi desenvolvido pelo professor Ray Meddis e tem seis configurações fixas cada uma das quais tem quatro configurações ocasionais que permitem ao usuário ajustar conforme sua necessidade.

"Estamos muito entusiasmados com o potencial de BioAid que pode realmente mudar a vida das pessoas com deficiência auditiva. Mesmo se eles têm um aparelho auditivo, a tecnologia não é sofisticada o suficiente para oferecer uma solução sob medida para sua deficiência e, em muitos casos, as pessoas simplesmente param de usá-los", afirma Meddis.

Os sons são uma mistura complexa de diferentes frequências e a perda auditiva é geralmente uma perda de sensibilidade a algumas, mas não todas, as frequências. Aparelhos auditivos amplificam algumas frequências mais do que outras, mas BioAid é diferente porque também comprime os sons muito altos que podem tornar situações sociais como ir a um bar, cinema ou uma festa de aniversário intolerável.

"O telefone celular é uma grande plataforma que permite transferir rapidamente a tecnologia auditiva do laboratório para as mãos do público. Aparelhos auditivos padrão, que podem custar milhares de libras, só são dispensados por um profissional após um teste auditivo. BioAid oferece uma alternativa simples e acessível a qualquer pessoa com um iPhone ou iPod. O teste de audição é substituído por um processo exploratório, permitindo aos usuários encontrar qual configuração funciona melhor para eles", acrescenta o pesquisador Nick Clark.

Os pesquisadores acreditam que o projeto BioAid tem o potencial de mudar radicalmente o futuro dos dispositivos auditivos. "Este novo dispositivo abre muitas possibilidades de pesquisa intrigantes que permitem aos cientistas explorar novas ideias em projetos de audição", concluem os investigadores.

Fonte: Isaude.net