Geral
19.03.2013

TO inicia detecção de hanseníase, verminoses e tracoma em escolas públicas

Campanha busca identificar casos suspeitos e encaminhar os alunos para diagnóstico e tratamento na rede básica de saúde

Imagem: Ministérioo da Saúde
Suspeitas serão encaminhados para rede básica de saúde para confirmação diagnóstica e tratamento
Suspeitas serão encaminhados para rede básica de saúde para confirmação diagnóstica e tratamento

A campanha para detecção precoce de casos de hanseníase, tracoma e prevenção de verminoses vai atender escolas de 22 municípios tocantinenses. O objetivo é reduzir a carga parasitária de geohelmintos em alunos da rede pública, bem como identificar casos suspeitos de hanseníase e tracoma que serão encaminhados para rede básica de saúde para confirmação diagnóstica e tratamento.

As atividades iniciadas nesta semana seguem até o dia 22 de março. A ação inclui mobilização e orientações de professores e escolares, subsidiadas por material didático confeccionado para esse fim, além da oferta da dose do antihelmíntico e do preenchimento de formulário do método espelho.

Esse tipo de formulário deverá ser preenchido por pais e/ou responsáveis a respeito de sinais e sintomas sugestivos de hanseníase, bem como sobre o histórico familiar da doença. Na presença de lesões sugestivas, o aluno será encaminhado por profissional da educação à Unidade de Saúde para exame médico, onde poderá ser confirmado o diagnóstico de hanseníase, com início imediato do tratamento.

Municípios

Receberam recursos para essas ações os municipios de: Araguaína, Guaraí, Araguatins, Gurupi, Augustinópolis, Lizarda, Axixá do Tocantins, Mateiros, Buriti do Tocantins, Miracema, Chapada da Natividade, Miranorte, Campos Lindos, Palmas, Carrasco Bonito, Recursolândia, Colinas do Tocantins, Rio da Conceição, Couto Magalhães, Santa Maria do Tocantins, Esperantina, São Miguel do Tocantins.

Fonte: Isaude.net