Geral
18.03.2013

Hospital Estadual da Criança realiza primeiras cirurgias ortopédicas no Rio

Voltada para atendimento pediátrico, a unidade tem capacidade para realizar 8.400 consultas ambulatoriais

Foto: Maurício Bazílio/SECOM RJ
Já foram realizados onze procedimentos cirúrgicos no Hospital Estadual da Criança
Já foram realizados onze procedimentos cirúrgicos no Hospital Estadual da Criança

Inaugurado no início deste mês em Vila Valqueire, na Zona Oeste do Rio, o Hospital Estadual da Criança já realizou, até o momento, 60 consultas pré-operatórias, mais de 40 exames de raios-x e 15 de tomografia computadorizada, que levaram a onze procedimentos cirúrgicos, oito deles de ortopedia.

Primeira do estado voltada para atendimento pediátrico, a unidade tem capacidade para realizar 8.400 consultas ambulatoriais, 3.360 procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, 2.400 quimioterapias e 450 transplantes por ano.

Segundo informou a Secretaria Estadual de Saúde, o novo hospital também vai ajudar a desafogar a fila de 120 pacientes do Instituto Nacional de Ortopedia e Traumatologia (INTO).

Transplante de rim e fígado

Depois que o Hospital Federal de Bonsucesso interrompeu o serviço, o novo Hospital Estadual da Criança também vai realizar transplantes de rim e fígado. Desta forma, a nova unidade se soma ao Centro Estadual de Transplantes - inaugurado em fevereiro na Tijuca - como mais uma opção para a realização de cirurgias.

Já o serviço de transplante começa a operar em abril, após a abertura do processo de credenciamento da unidade no Sistema Nacional de Transplantes. O hospital tem capacidade para realizar até 20 transplantes de rim e 20 de fígado por mês.

Hospital Estadual da Criança

A unidade estadual também conta com cirurgias de média e alta complexidade, além do tratamento do câncer. O serviço atende crianças de 0 a 19 anos e conta com 58 leitos de enfermaria, 16 de UTI neonatal, 9 de UTI pediátrica e 8 poltronas de quimioterapia.

Exames de ultrassonografia, tomografia computadorizada, ecocardiografia e broncoscopia também poderão ser feitos na unidade pediátrica.

Fonte: Isaude.net