Geral
27.02.2013

Técnica de meditação chinesa reduz desejo por cocaína em viciados

Exercícios que combinam alongamento, respiração e concentração também reduziram sintomas de depressão durante abstinência

Foto: Yang Sheng
Técnica de Qigong pode ajudar a reduzir desejos de usar cocaína
Técnica de Qigong pode ajudar a reduzir desejos de usar cocaína

Pesquisadores da University of Massachusetts Medical School, nos EUA, demonstraram que a aplicação de uma técnica de meditação chinesa milenar, conhecida como Qijong pode reduzir os desejos por cocaína em pacientes viciados em recuperação.

A técnica é composta por exercícios que combinam alongamentos, respiração coordenada, concentração e posturas facilitadoras da captação, circulação e transformação do Qì (energia ou sopro vital) no corpo. Segundo os praticantes, a prática regular do QiGong beneficia a saúde e a vitalidade.

A cocaína é uma das drogas mais viciantes. Poucos tratamentos eficazes estão disponíveis para ajudar a controlar ânsias e sintomas de abstinência em indivíduos submetidos à terapia para superar o abuso da droga.

A equipe, liderada por David Smelson, avaliou indivíduos submetidos a tratamentos residenciais para conter o vício em cocaína.

Os resultados mostraram que os pacientes que receberam a terapia de qigong, em comparação com tratamento simulado de mesma duração, relataram menor ânsia para cocaína em resposta a visualização e manipulação de itens relacionados ao uso da droga.

O grupo de tratamento qigong também foi significativamente menos propenso a ter sintomas de depressão do que o grupo que recebeu o tratamento simulado.

Em um artigo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine, os pesquisadores demonstram a viabilidade de tratar dependentes de cocaína recentemente abstinentes com qijong. "Este trabalho precoce pode ter consequências profundas em programas de reabilitação de drogas", afirma o editor chefe da publicação Kim A. Jobst.

Fonte: Isaude.net