Geral
05.02.2013

Cientistas dos EUA criam carne de vaca enriquecida com ômega 3

Alimento, que tem 200 mg do ácido graxo, pode ajudar a reduzir o risco de doença cardíaca, colesterol e pressão arterial elevada

Foto: Alex Avidor/Stock Photo
Nova técnica torna possível enriquecer a carne de vaca com ômega 3.
Nova técnica torna possível enriquecer a carne de vaca com ômega 3.

Pesquisadores da Kansas State University, nos EUA, desenvolveram uma técnica que enriquece carne de vaca com ácidos graxos ômega 3, conhecido por reduzir o risco de doença cardíaca, colesterol e pressão arterial elevada.

A carne enriquecida é chamado GreatO Premium Ground Beef e estará disponível para venda em Buffalo, Nova York, em fevereiro e comercialização no restante do país ainda este ano.

Ômega 3 os ácidos graxos são encontrados em óleos de peixes e vegetais. Os EUA atualmente não tem uma ingestão diária recomendada de ômega 3, embora muitos médicos e nutricionistas sugiram entre 1,200 e 1,600 miligramas por dia, dependendo da idade e saúde da pessoa.

"O hambúrguer feito da carne moída enriquecida tem 200 miligramas de ômega 3 e tem o mesmo gosto da carne moída regular. Isso torna a carne moída uma alternativa para as pessoas que querem adicionar ou aumentar a sua ingestão de ômega 3, mas não querem ingerir peixe ou suplementos", afirma o líder do projeto Jim Drouillard.

Segundo Drouillard, os americanos têm baixo consumo de peixe. As razões para isso incluem o custo dos peixes e a preferência pessoal. Americanos, no entanto, ingerem muitos hambúrgueres. Então, se pudermos fornecer às pessoas um hambúrguer que é rico em ômega 3, isso não requer uma mudança no estilo de vida, que é difícil de ser alcançada.

A tecnologia para enriquecer a carne moída com o ômega 3 começou em 1998. Pesquisas mostraram que os níveis de ômega 3 aumentaram no gado conforme mais linhaça foi introduzida em sua dieta. A linhaça, após se converter no organismo, enriquece a carne nestes ácidos graxos essenciais.

Após mais de uma década de pesquisa na melhoria do processo de enriquecimento, os criadores começaram a distribuir carne moída rica em ômega 3 para varejistas e fornecedores de alimentos.

A carne moída é parte da linha da empresa de alimentos enriquecidos com ômega 3, que inclui carne de porco, frango, queijo, manteiga, leite e sorvete. A carne moída será a primeira a receber o selo de aprovação da Food and Drug Administration (FDA).

Fonte: Isaude.net