Geral
25.01.2013

Tempestades com raios podem desencadear dores de cabeça fortes

Pesquisa revela que número de enxaquecas aumenta cerca de um terço durante chuvas fortes com relâmpago

Foto: Muhammet Kürsat Sariarslan/Foto Stock
Estudo pode permitir que os portadores de cefaleia crônica utilizem as previsões do tempo para prever ataques
Estudo pode permitir que os portadores de cefaleia crônica utilizem as previsões do tempo para prever ataques

Tempestades com raios podem provocar dores de cabeça fortes, particularmente em pacientes que sofrem de enxaqueca. É o que sugerem pesquisadores da Universidade de Cincinnati, nos EUA.

A pesquisa é a primeira a mostrar essa ligação e pode permitir que os portadores de cefaleia crônica utilizem as previsões do tempo para prever ataques.

"As ondas eletromagnéticas emitidas por um raio podem desencadear as dores de cabeça. Além disso, os raios produzem aumentos dos poluentes do ar, como o ozono e pode causar a liberação de esporos de fungos que podem conduzir à enxaqueca", afirma o líder da pesquisa Vicente Martin.

Os pesquisadores avaliaram voluntários que sofriam enxaquecas regulares. Eles gravaram a atividade da cefaleia diária entre três e seis meses. O local onde o raio ocorreu em relação às suas casas e a magnitude da corrente também foram registrados.

Os resultados mostraram que dores de cabeça e enxaquecas aumentaram cerca de 30% em dias de tempestade com raios. "Nós usamos modelos matemáticos para determinar se o relâmpago em si foi a causa do aumento da frequência ou se ela poderia ser atribuída a outros fatores climáticos. Nossos resultados indicaram um aumento de 19% no risco de dores de cabeça em dias de raios, mesmo depois de considerar esses fatores meteorológicos.

Segundo os pesquisadores, "isto sugere um raio tem seu próprio efeito único."

A equipe acredita que as ondas eletromagnéticas emitidas por raios podem provocar dores de cabeça. "Este estudo fornece algumas dicas sobre a relação entre dores de cabeça ou enxaquecas, raios e outros fatores meteorológicos. No entanto, os mecanismos exatos pelos quais raios e / ou seus associados meteorológicos desencadeiam a dor de cabeça são desconhecidos, embora tenhamos especulações", afirma Martin.

A equipe ressalta que futuros estudos serão necessários para definir com maior precisão o papel de relâmpagos e trovoadas sobre a dor de cabeça.

Fonte: Isaude.net