Saúde Pública
17.01.2013

Rondonistas da USP atuam em saúde básica no interior da Bahia

Oficinas e palestras levam para população do interior baiano temas de saúde como prevenção de doenças e emergências

Uma nova equipe de rondonistas do campus de Ribeirão Preto da USP , formada por 400 voluntários e 40 instituições de ensino de todo o país, segue para a cidade de Cipó, no interior do estado da Bahia, onde atuarão até o início de fevereiro na " Operação Dois de Julho" .

Ao todo, 20 municípios baianos , recebem orientação básica de saúde, em palestras que incluem vacinas, urgências e emergências, uso e descarte de medicamentos, cuidados com gestantes e DSTs. Outros temas como educação, ciências e matemática, finanças pessoais e direito à cidadania também serão abordados pelos voluntários.

O objetivo dos rondonistas é tornar a expedição um projeto capacitador. Para Victor Mello, aluno do curso de Administração da FEARP, a expectativa é de trabalhar " com profissionais da área da saúde, professores, agentes comunitários e membros do conselho tutelar, para que eles possam se tornar agentes multiplicadores de conhecimento" .

Coordenado pelos professores Auro Nomizo e Fernando Barbosa Jr, ambos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, o grupo do campus de Ribeirão é composto por oito estudantes de graduação das escolas de Enfermagem (EERP), Medicina (FMRP), FCFRP, Direito (FDRP), Filosofia (FFCLRP) e Economia, Administração e Contabilidade (FEA-RP).

Fonte: Isaude.net