Geral
14.01.2013

Consumo de fast food aumenta risco de asma e eczema em crianças

Crianças que ingerem alimentos ricos em gordura três vezes por semana têm quase 40% mais probabilidade de ter asma grave

Foto: Mikdam/Foto Stock
Fast food contém altos níveis de gorduras saturados e gorduras trans, que são conhecidas por afetar a imunidade
Fast food contém altos níveis de gorduras saturados e gorduras trans, que são conhecidas por afetar a imunidade

Comer fast food três vezes por semana pode causar asma e eczema em crianças, de acordo com pesquisadores da Universidade de Auckland, na Austrália.

A pesquisa sugere que a má alimentação pode ser responsável por aumento dos níveis dessas condições relacionadas à alergia. Os dados indicam ainda que comer muita fruta parece ter efeito protetor contra as doenças.

O trabalho foi publicado na revista Thorax.

Fast food muitas vezes contém altos níveis de gorduras saturados e gorduras trans, que são conhecidas por afetar a imunidade, enquanto as frutas são ricas em antioxidantes e outros compostos benéficos.

A equipe de pesquisa recolheu dados sobre hábitos alimentares e incidência de doenças em mais de 500 mil crianças de cerca de 50 países.

Os resultados mostraram que crianças no início da adolescência que comiam três ou mais porções semanais de fast food tinham um risco 39% maior de asma grave. Já as crianças com seis e sete anos de idade tinham um risco 27% maior.

Comer três ou mais porções de fruta por semana reduziu o risco de eczema, asma e rinoconjuntivite entre 11% e 14%.

A equipe acredita que, se as associações entre fast foods e a prevalência de sintomas de rinoconjuntivite, asma e eczema for causal, então, os resultados têm grande importância na saúde pública.

Fonte: Isaude.net