Geral
31.12.2012

Cientistas norte-americanos desenvolvem grão de arroz super-nutritivo

Produto possui três vezes mais proteína e nutrientes e é ideal para barras de nutrientes para programas de merenda escolar

Foto: Cornell University
Novo processo é capaz de produzir uma forma super-nutritiva de arroz com três vezes mais proteína e nutriente
Novo processo é capaz de produzir uma forma super-nutritiva de arroz com três vezes mais proteína e nutriente

Cientistas da Cornell University, nos EUA, desenvolveram um novo processo capaz de produzir uma forma super-nutritiva de arroz tufado.

O novo produto possui três vezes mais proteína e outros nutrientes que o tornam ideal para cereais matinais e barras de nutrientes para programas de merenda escolar.

Syed S.H. Rizvi e seus colegas explicam que o arroz tufado comercial é feito por meio da extrusão vapor. Uma extrusora aperta a farinha de arroz misturada com água através de uma abertura estreita a alta temperatura e pressão. Ao sair do bocal, o arroz como vapor se expande e escapa. O processo, no entanto, pode destruir nutrientes sensíveis ao calor.

Os cientistas procuraram uma maneira de evitar essa perda e enriquecer o arroz com proteína e outros nutrientes durante o processo de vazão. Eles focaram, então, um processo que usa o dióxido de carbono supercrítico, que tem usado para fazer o café descafeinado.

Em um artigo publicado no ACS' Journal of Agricultural and Food Chemistry, os cientistas descreveram que conseguiram usar o processo para fazer arroz tufado com três vezes mais proteína e oito vezes mais fibras do que o arroz tufado comercial.

O produto também contém cálcio, zinco, ferro e outros nutrientes que o arroz tufado convencional não tem. O novo arroz é "ideal para o consumo na forma de cereais matinais, lanches e como parte de barras nutricionais para programas de merenda escolar", afirma o relatório.

Fonte: Isaude.net