Geral
13.12.2012

Dispositivo para celular detecta presença de substâncias que induzem alergia

ITube usa câmera do telefone e aplicativo para executar teste com mesmo nível de sensibilidade de exames laboratoriais

Foto: UCLA
Plataforma iTube conectada a um celular utiliza o teste colorimétrico
Plataforma iTube conectada a um celular utiliza o teste colorimétrico

Cientistas da University of California, nos EUA, desenvolveram um dispositivo que pode ser ligado a um telefone celular comum para detectar alérgenos, ou substâncias que podem induzir reação alérgica, em alimentos.

O dispositivo, que recebeu o nome de iTube, usa a câmera do telefone, juntamente com um aplicativo que executa o teste com o mesmo nível de sensibilidade de exames laboratoriais.

A pesquisa foi publicada na revista Lab on a Chip.

As alergias alimentares são uma preocupação pública emergente, afetando até 8% das crianças e 2% dos adultos. As reações alérgicas podem ser graves e até mesmo fatais. E enquanto as leis de rotulação regulam a presença dos ingredientes em alimentos pré-embalados, contaminações cruzadas ainda podem ocorrer durante a fabricação, processamento e transporte.

Apesar de vários produtos que detectam alérgenos em alimentos estarem atualmente disponíveis, eles são complexos e exigem equipamentos volumosos, tornando-os pouco adequados para uso em locais públicos, de acordo com os pesquisadores.

O iTube foi desenvolvido para abordar estas questões. Pesando pouco, o dispositivo realiza um teste de concentração de alérgeno conhecido como um ensaio colorimétrico.

Para testar a presença de alérgenos, as amostras de alimentos são inicialmente trituradas e misturadas em um tubo de ensaio com água quente e um solvente de extração. Esta mistura é deixada em repouso durante vários minutos. Então, seguindo um procedimento passo-a-passo, a amostra preparada é misturada com uma série de outros líquidos de teste reativos. A preparação inteira leva cerca de 20 minutos. Quando a amostra está pronta, a concentração de alérgeno é medida opticamente através da plataforma iTube, usando a câmera do telefone celular e um aplicativo ativado no aparelho.

O kit converte digitalmente imagens brutas da câmera de telefone celular em medições de concentração detectadas nas amostras de alimentos. Além de apenas uma resposta "sim" ou "não" sobre a presença de alérgenos, o teste também pode quantificar o quanto de um alérgeno uma amostra contém, em partes por milhão.

"A plataforma iTube pode testar uma variedade de alérgenos, como amendoim, amêndoas, ovos, glúten e avelãs", afirma o líder da pesquisa Aydogan Ozcan.

A equipe acredita que este dispositivo pode ser muito valioso, especialmente para os pais, bem como para escolas, restaurantes e outros locais públicos.

Fonte: Isaude.net