Foto Saúde
21.11.2012

Ministério da Saúde lança exposição sobre igualdade racial no SUS

Mostra traz imagens de funcionários do SUS e informações sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra

Foto: Erasmo Salomão/ASCOM/MS
Exposição
Exposição "Igualdade Racial no SUS é pra valer" montada no túnel que liga a sede do Ministério da Saúde em Brasília.

O Ministério da Saúde lançou a exposição " Igualdade Racial no SUS é pra valer" para celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra, lembrado nesta terça-feira (20). A mostra está montada no túnel que liga a sede do ministério ao anexo e traz imagens de funcionários do Sistema Único de Saúde (SUS), informações sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, dados sobre desigualdade de gênero e raça, além de outras ações positivas do governo federal.

A abertura contou com uma lavagem simbólica realizada por baianas das Casas de Religião de Matriz Africana. Na ocasião, estiveram presentes, o secretário da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP), Odorico Monteiro, a representante da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Ângela Maria Nascimento e o secretário de estado da Cultura da Paraíba, o cantor Chico César. A iniciativa faz parte das ações que compõem a Política Nacional de Atenção Integral da População Negra, instrumento que tem por objetivo combater a discriminação étnico-racial nos serviços e atendimentos oferecidos no SUS, bem como promover a equidade em saúde da população negra.

O secretário de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP), Odorico Monteiro, reforça a importância de criar estratégias para reduzir as desigualdades. " A exposição é uma forma de sinalizar aos trabalhadores que é fundamental entender que o racismo institucional existe e nós precisamos criar mecanismos para combatê-lo. Ele não é visto somente em consultórios e ambulatórios, mas também em instituições e o respeito e o acolhimento devem ser levados em consideração. Qualquer preconceito na relação do cidadão com o SUS ou profissional e paciente deve ser combatido" , afirma.

Fonte: Isaude.net