Geral
19.11.2012

Crianças que frequentam creches são 50% mais propensas ao excesso de peso

Pesquisa indica que cada 5 horas a mais na creche aumentou as chances de obesidade na primeira década da vida em 9%

Foto: Monkey Business
Crianças que ficaram em creches entre os 2 e 4 anos tinham mais chances de estar acima do peso ou obesas entre os 4 e 10 anos de idade.
Crianças que ficaram em creches entre os 2 e 4 anos tinham mais chances de estar acima do peso ou obesas entre os 4 e 10 anos de idade.

Crianças pequenas que frequentam creche são 50% mais propensas a ter excesso de peso em comparação com aquelas que ficam em casa com os pais, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Montreal no Canadá.

Diferença não foi explicada por fatores de risco conhecidos, como o nível socioeconômico dos pais, aleitamento materno, índice de massa corporal da mãe, ou status de emprego da mãe

"Descobrimos que as crianças que ficavam em creches entre os 2 e 4 anos tinham cerca de 50% mais chances de estar acima do peso ou obesas entre os 4 e 10 anos de idade em comparação com aquelas que ficavam em casa", afirma a líder da pesquisa Marie-Claude Geoffroy.

Os pesquisadores estudaram 1.649 famílias com crianças nascidas entre 1997 e 1998 em Québec. As mães foram entrevistadas sobre o cuidado dos filhos nas idades de 1 ano e meio, 2 anos e meio, 3 anos e meio e 4 anos.

As crianças foram classificadas de acordo com o tipo de atendimento em que passaram mais tempo, ou seja, em uma creche, com um membro da família, com uma babá, ou com os pais.

Durante os seis anos que se seguiram, os pesquisadores mediram o peso e a altura das crianças. Crianças com excesso de peso ou obesidade foram identificadas de acordo com as normas internacionais da IOTF.

Análises de número de horas sugeriram ainda que cada 5 horas a mais na creche aumentou as chances de excesso de peso na primeira década da vida em 9%.

Até à data, os mecanismos responsáveis pelo aumento da proporção de crianças com excesso de peso em algumas situações de acolhimento infantis permanece desconhecida.

Os pesquisadores acreditam que a creche tem o potencial para reduzir problemas de peso em crianças, possivelmente através da promoção do exercício e da alimentação saudável.

"Os pais não precisam se preocupar, no entanto, sugiro que eles garantam que seus filhos comam bem e pratiquem bastante atividade física, seja em casa ou na creche", afirma a coautora da pesquisa Sylvana Côté.

Segundo os pesquisadores, mais estudos são necessários para esclarecer a relação entre excesso de peso e a permanência em creches.

O estudo foi publicado na revista Journal of Pediatrics.

Fonte: Isaude.net