Geral
11.11.2012

Número de internações de homens com diabetes quase dobra em Alagoas

Secretaria de Saúde organizou, nesta semana, evento que teve como objetivo sensibilizar para a prevenção da doença

Foto: Carla Cleto/SES/AL
 II Encontro Estadual de Diabetes, realizado nesta semana, em Alagoas, que teve como objetivo sensibilizar para a prevenção da doença.
II Encontro Estadual de Diabetes, realizado nesta semana, em Alagoas, que teve como objetivo sensibilizar para a prevenção da doença.

Em Alagoas, as internações de homens devido ao diabetes aumentaram de 5,38% para 9,81% no período de 2008 a 2011. Os dados são Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), que organizou o II Encontro Estadual de Diabetes, realizado nesta semana, que teve como objetivo sensibilizar para a prevenção da doença.

A ideia é levar informações e ferramentas para a implementação de estratégias eficazes e políticas de prevenção e de gestão do cuidado adequado.

Durante o evento, foram discutidos a Situação de Saúde no Estado, com o diretor de Análise de Situação de Saúde da Sesau, Herbert Charles, e o programa Hiperdia, com Ana Porto. A iniciativa prevê o cadastramento e o acompanhamento de diabéticos em todas as unidades ambulatoriais, garantindo o recebimento dos medicamentos prescritos.

Outro tópico abordado no evento foi o ' pé diabético' . O termo refere-se a uma série de alterações que pode atingir não só os pés, mas também os tornozelos dos portadores da enfermidade, provocando perda da sensibilidade, úlceras, deformidades, infecções, amputações e até problemas vasculares periféricos.

" O pé diabético é um agravo importante, pois mais de 50% dos pacientes acabam tendo que ser amputados. E, em cerca de 30% dos casos, isso pode levar à morte" , destacou Ana Porto. " Isso pode ser evitado. Só no ano passado, foram realizadas 42 mil amputações pelo SUS no Brasil, gerando um custo muito maior que o que seria gasto com cuidado" , acrescentou o professor Guilherme Pitta, que falou sobre o tema no encontro.

Parceria

A gerente de Hipertensão e Diabetes da Sesau lembrou ainda a importância da parceria com a Sociedade Brasileira de Diabetes visando realizar atividades conjuntas. O convênio foi discutido com o secretário da Saúde, Alexandre Toledo, e é voltado para a formação de recursos humanos, educação permanente e desenvolvimento de ações de atenção ao diabetes.

" Isso será muito bom, pois vai possibilitar a capacitação dos profissionais para o manejo da doença. Com a parceria, poderemos descentralizar essas atividades, chegando aos profissionais in loco, nas suas próprias cidades" , expôs Ana Porto.

Fonte: Isaude.net