Saúde Pública
30.10.2012

Pesquisa comprova queda de ataques cardíacos em áreas livres de fumo

Estudo da Mayo Clinic comprovou que 18 meses depois de implantadas as leis significaram uma queda de 33% nestes índices

O declínio nas taxas de ataque cardíaco e morte súbita cardíaca correspondem com a implementação de leis que criaram áreas livres do fumo em locais de trabalho, na cidade de Olmsted County, estado de Minnesota (EUA).

Pesquisadores da Mayo Clinic descobriram que a taxa de ataque cardíaco em Olmsted County caiu 33% nos 18 meses após a proibição de fumar nos locais de trabalho entrar em vigor. O mesmo estudo comprovou que o índice de mortes súbitas cardíacas diminuiu 17% no mesmo período, caindo de 109 para 92 pessoas por 100 mil desde que as leis entraram em vigor.

"No futuro, devemos priorizar a execução de políticas antitabagistas, eliminando brechas nas políticas existentes, bem como incentivar a expansão de políticas antitabagistas para incluir várias unidades de habitação, automóveis, cassinos e locais ao ar livre", afirmaram especialistas da Universidade da Califórnia, em comentário anexado ao estudo na revista Archives of Internal Medicine.

Fonte: Isaude.net